Busca

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Segurança Pública no Maranhão: O papai também foi secretário

Andrea Murad - O pai também foi secretário de segurança



Texto de HS

Eu não recebi o artigo da Andrea, mas li. Faz um relato da “insegurança” pública em que vive a população maranhense.
Na realidade, a segurança pública no Maranhão não vai bem - piorou! Virou “insegurança”.
Também, no governo Roseana - diga-se a bem da verdade – não ia bem, até porque o secretário da época era muito incompetente, não preparado para o exercício do cargo. Faltava-lhe conhecimento.

Ricardo toma posse na Secretaria de Segurança

Mas, o pai da Andrea respondeu – por pouco tempo, claro – como titular da pasta, se bem estou lembrado, com a posse festiva no dia 4 de abril de 2014 (foto ao lado, na festa da posse).
Ele foi secretário no abrir e fechar dos olhos, mas foi, e deveria saber o tamanho da responsabilidade do cargo. Também não estava preparado para o exercício, faltando-lhe requisitos necessários de conhecimento. Segurança Pública exige conhecimentos técnicos, científicos. Segurança Pública não é brinquedo de políticos.

A Andrea , que é deputada estadual, faz uma oposição dura, forte, ao governo Dino. Parte do seu artigo, ela afirma - no início -, referindo-se ao Governo do Dr. Flávio Dino: “Desde que assumiu o governo, a insegurança aumentou, desencadeou-se uma série de explosões a agências bancárias, assaltos cada vez mais audaciosos como o que culminou na morte do estudante Rondinely; a fuga cinematográfica de bandidos que resgataram presos da Penitenciária de Pedrinhas em uma operação audaciosa com o conhecimento do serviço de inteligência; a chacina em Panaquatira com 3 mortos e 6 feridos por arma de fogo, tragédia anunciada; e agora o crime que chocou Vitória do Mearim onde policiais perseguiram e depois – acobertados pela segurança pública – testemunharam o suspeito caído e indefeso ser executado com dois tiros na frente de populares por um vigilante e o mais grave, na presença de policiais militares.”

O que Andrea afirma no texto acima não é mentira: os fatos ocorreram...

No final do artigo, ela usa um dito popular, afirmando que o governo do Maranhão está mais perdido que cego em tiroteio, dizendo mais que “as grades em portas e janelas são a única garantia de segurança do Maranhão.”

Vejam o texto final do artigo da Andrea:

“O que se vê é um governo mais ‘perdido que cego em tiroteio’. A população que se cuide porque, no momento, as grades em portas e janelas são a única garantia de segurança do Maranhão.”

Nenhum comentário: