Busca

domingo, 28 de fevereiro de 2016

COLUNA DO JERSAN

CORRUPÇÃO SEM FREIO

Jersan Araújo


As operações da Polícia Federal que visam colocar na cadeia os beneficiários de propina, corruptos e corruptores continuam no dia a dia do noticiário, igual os estragos causados pelo mosquito Aedes aegypti. Em nenhum dos casos o Governo Federal consegue impedir o seu avanço devastador. São fatos aliados às crises política, administrativa, fiscal e econômica que colocam o Brasil numa situação desgastante aos olhos dos investidores nacionais e internacionais. A inflação nas alturas e o desemprego crescente contribuem negativamente e o país se vê à beira do abismo.

No próximo dia 13 de março (domingo) o movimento popular, com o apoio de partidos de oposição vai às ruas em todo o país pedir o impeachment da presidente Dilma e o Tribunal Superior Eleitoral –TSE – poderá decidir nos próximos dias de vota o pedido de cassação da chapa Dilma / Temer (eleita em 2014), por uso de dinheiro sujo na campanha eleitoral. Os dias que antecedem essas ocorrências serão de verdadeiro inferno astral, especialmente, para Dilma e o PT.

Na pedida em que a Polícia Federal puxa o fio do rolo da corrupção aparecem mais sujeiras e pessoas envolvidas nesse escândalo, o maior do gênero já presenciado pela sociedade brasileira que, envergonhada e ao mesmo tempo revoltada, constata a impotência do governo em conter o avanço dessa peste tão prejudicial à política econômica do Brasil, quanto o Aedes aegypti o é para a saúde dos brasileiros.

E, se o mosquito não está nem aí para o “fumacê” nem para os repelentes, o governo não “esquenta” com o sofrimento da população... E a vida segue!...

SUCESSÃO

A sucessão do prefeito Edivaldo Holanda Jr. começa a ser discutida nos partidos com mais objetividade e aqueles que pretendem lançar candidaturas próprias, afunilam os debates. Nas hostes tucanas o deputado federal João Castelo tria o apoio da direção nacional na pessoa do presidente, senador Aécio Neves, mas existem no comando local da legenda, quem defenda outras posições, dentre elas, aliança com o atual prefeito.

Castelo encara a situação com seriedade e deverá lançar o seu nome como candidato na convenção do partido. O deputado, que já foi prefeito de São Luís e hoje, tem uma avaliação positiva por parte da população, sempre diz que só obedece “a determinação de Deus e do Povo”. O PSDB, segundo informações dirigidas à coluna vai realizar uma pesquisa de opinião para saber qual o nome do partido, entre aqueles que pretendem ser candidato, que reúne a preferência popular mais expressiva.

Sabe-se que em sondagens realizadas até o momento, Castelo ganha disparado dos demais concorrentes tucanos.

TABELA DE PAGAMENTO

O prefeito de São Luís mandou editar a tabela de pagamento do funcionalismo referente ao ano de 2016. A partir de março seria entre os dias 03 e 05 do mês subsequente ao trabalhado. Mas os servidores acham que mês a mês ele (o prefeito) determinará a antecipação do pagamento para ganhar a simpatia da classe e “engrossar” o discurso com a frase relacionada à “valorização dos funcionários”. Tem sentido...

BOA AQUISIÇÃO

No primeiro ano de administração o prefeito Edvaldo Holanda nomeou e demitiu pelo menos três secretários de Educação. Acertou com o professor Geraldo Castro que pediu para sair porque vai disputar uma cadeira à Câmara Municipal de São Luís. Depois de cometer tantos erros o prefeito não quis “aventurar” e convidou o professor Moacyr Feitosa para assumir a importante pasta. Moacyr tem passagens exitosas naquela secretaria (governos Jackson Lago, Tadeu Palácio e João Castelo) e, com certeza, mais uma fez prestará um grande trabalho ao importante setor da Educação em São Luís.

SEM SABER

Funcionários da Câmara Municipal de São Luís não sabem mais a quem apelar para que o presidente da Casa cumpra integralmente o contrato de Prestação de Serviços assinado em dezembro do ano passado com o BRADESCO que, mais uma vez, assumiu a administração das contas bancárias daquele poder. Falta ele autorizar o banco a cumprir o “item” empréstimo consignado em folha aos servidores interessados e que necessitam. “Passaram as festividades de final do ano, o carnaval, a quaresma está na porta e nada do homem se sensibilizar com esse problema” – desabafou um “barnabé”.

FATOS CONCRETOS

Quem acompanha a posição deste repórter sabe que há quase 50 anos denunciamos sem medo as irregularidades, a discriminação, o abuso de poder e todas as mazelas que direta ou indiretamente dizem respeito aos interesses do coletivo. Sem a preocupação de agradar ou desagradar os poderosos, sempre seguimos os ditames da nossa consciência. Nos dias atuais temos sido cobrados por elementos não identificados, porque não questionamos o atual governo pela prática de supostas irregularidades.

Ora, sem fatos comprobatórios não cometeremos a irresponsabilidade da denúncia fazia. Podemos garantir que no momento em que enviar à coluna documentos que provem qualquer ato ilícito cometido pelo governador ou outra autoridade do estado ou do município, o denunciaremos sem titubear como sempre fazíamos no passado. Esse é o nosso compromisso: exercer o jornalismo com responsabilidade e independência.

ESTRADA

A estrada que interliga os municípios da Baixada Ocidental (Vitória do Mearim a Pinheiro) está praticamente intransitável, principalmente no trecho entre São Vicente Férrer a Pinheiro. Tratando-se de uma MA (a 014), sua recuperação é de responsabilidade do governo do Estado. Aliás, essa obra de recuperação foi anunciada pelo governo ainda no ano passado. As últimas chuvas caídas sobre a região agravaram o problema.

LOBÃO FALOU

Acabrunhado depois das denúncias que o atingiram como beneficiário de propinas que teria recebido do “petrolão” o senador Edson Lobão (PMDB-MA) resolveu falar na tribuna do Senado, durante discussão da matéria que versa sobre a participação da Petrobrás na exploração do pré-sal. Falou como se nada o perturbasse...


Nenhum comentário: