Busca

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

E eu vou sair voando

Crônica do amanhecer

Por Helcio Silva

(26/02/2016)


Vinha caminhando lento. Nada olhava, além do fuzuê: gente indo e vindo sem tempo para um bom dia. Todos precisariam chegar cedo ao trabalho. 

Paro na esquina. Dobro o joelho da perna direita para amparar a sola do pé na parede, e com a outra perna, servindo de mourão, finco-a no solo da calçada, exercitando o princípio da alavanca.

Acho que é isso que vem faltando no Brasil: uma alavanca para segurar a queda.

Lembro Arquimedes! Ah!... Deixa pra lá.

Ele jamais aceitaria um cargo no governo Dilma... Pensaria: “no governo Dilma, até a alavanca quebra”.

Quebraram tudo! Inclusive a Petrobras, principalmente..., e muitos santanas ficaram ricos. Podem até tirar o primeiro “n” e colocar o agudo no último “a” pra ficar “satanás”. Ninguém vai sair zangado.

A única coisa que preocupa os satãs, neste investigativo lava jato, é o retiro nas papudas. 

Mas não há papuda para todos... E aí? Sei lá! Encontrarão outras paragens.

E o Dirceu já é escolado em retiro. Começou no mensalão e agora medita na lava jato... 

Dizem estar p. da vida porque o companheiro Lula tá demorando...

Também acho que o companheiro Lula é ingrato. Eles sempre meditaram juntos. O Dirceu sente falta disso...

E agora eu vou... 

Sair por aí... 

Voando...

Talvez encontre Arquimedes... 

Quem sabe! 

Nenhum comentário: