Busca

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

PF pede prorrogação da prisão de marqueteiro do PT

Ele foi detido na 23ª fase da Lava Jato, chamada Operação Acarajé.
Pedido também vale para funcionária da Odebrecht, de acordo com a PF.


A Polícia Federal (PF) pediu, nesta sexta-feira (26), a prorrogação por mais cinco dias da prisão do marqueteiro João Santana, da mulher dele, Monica Moura, e de Maria Lúcia Tavares, funcionária da Odebrecht. Todos foram detidos na 23ª fase da Operação Lava Jato – denominada Operação Acarajé.

Nenhum comentário: