Busca

sábado, 19 de março de 2016

Acordei lendo Chico Viana


O Chico á maranhense de Timon e São Luis, uma mistura só de amor pela terra maranhense. É médico, jornalista, poeta, escritor e político (já foi vereador na minha terra, e dos bons). É meu amigo e eu amigo dele.  O Chico, quando escreve ou fala, não deixa farinha solta, faz o angu - com sal bem escaldado!...
E hoje ele vem com seu artigo - publicado no facebook - que arrasto para meu blog... Leia o artigo do Chico, abaixo:

PONHA MÃO DA CONSCIÊNCIA

Chico Viana


Todo mundo está com gosto de sangue, fazendo a sua bastilhazinha e afiando sua guilhotina doméstica para decepar cabeças de tantos safados que levaram até as tripas desde cadáver chamado Brasil.
Os safados descobertos, porque os enrustidos e abrigados nos porões da leniência, do compadrio e da corrupção ativa e passiva, das sentenças compradas, das liminares encomendadas, das propinas que cegam, etc... estes continuam livres e estimulados a fazer mais.
O patrimônio de tantos que ocupam cargos públicos cresce espantosamente e com uma rapidez incrível. E todo mundo sabe e vê e os olha tantas vezes com um misto de inveja, não de censura.
Vamos nos fixar na crise atual, onde todas as metástases saem do tumor central, o Executivo, envolvendo o Legislativo como o maior beneficiário desta parasitose tumoral.
NA Câmara Federal sabe-se que mais de 100 deputados respondem processo por diversos crimes catalogados no código penas relacionados com furto, fraude, prevaricação, estelionato, formação de quadrilha e por aí vai. No senado, 12 foram citados pelos delatores da Lava-Jato. Governadores tem quase meia dúzia.
Para terminar, algumas reflexões:
Como é que tantos colocam tantos corruptos por tanto tempo nos cargos onde podem exercer amplamente sua vocação para o crime?
Dilma foi eleita DUAS VEZES.
A oligarquia desmandou neste Maranhão por quase meio século, ungida e sacramentada pelo voto popular.
E não me digam que isso é produto de distantes redutos onde predomina a ignorância, onde o voto é comprado e o eleitor nem sabe em quem votou.Não.
Na última eleição da Governadora Roseana Sarney ela foi a mais votada.... na capital.
Entusiasmo à parte, seria ótimo se fizéssemos uma autocrítica a admitíssemos que votamos mal e que somos dignos e responsáveis por todos estes males que agora combatemos. E não devíamos combater, tá lá na constituição: damos-lhe o poder e a autoridade para fazer o que quiser em nosso nome.
E pelo que prevejo, vamos continuar assim.

Nenhum comentário: