Busca

domingo, 22 de maio de 2016

Pequeno conto

História de Cavilda

Por Hélcio Silva

(22/05/2016)


Alguém bate forte na porta daqui de casa. Quem seria? Acho que é Sioda. Ele ficou de apanhar um cofinho de carvão para sua avó fazer o café no fogareiro de pedra. Ela sustenta cinco netinhos, mas sempre alegre: não reclama da vida.

No entanto, não era Sioda. Era Magnólia...

E ela foi logo gritando, com sua costumeira alegria: Você conhece a história de Cavilda?

Já vi falar dele, mas conheço pouco de sua vida.

Pois vou ler um pequeno texto da história desse sábio velho que o Nazário me trouxe ontem. É uma lição!

Sente-se ai no mocho para ouvir a leitura desta história:

A história do Cavilda

Ele nasceu numa ilha quase inabitada, cravada num lugar distante, no meio, porém, da natureza, entre seus amigos da selva como ele.

Cresceu e foi doutor do mato, curando com as ervas.

Um dia, ele adoeceu gravemente. Um guerreiro, cria dele, trouxe-lhe um remédio do mato para que ele vivesse...

E o velho Cavilda disse:

- Filho guerreiro!... Aqui estamos apenas de passagem curta, diante de uma eternidade, e esta mata, estes rios e tudo que há na natureza formam a fonte que garante a nossa vida física saudável durante esses anos contados. E depois, por graça divina, retornamos ao nosso mundo de origem...

Cada um de nós vem com um programa, uma missão de vida como lição para nossa própria evolução espiritual... E as matas, os rios e tudo que há na natureza fazem parte da obra de Deus, como a nossa vida é obra DELE...

O homem, todos os demais seres e a natureza representam uma só criação de um só criador!

E o velho Cavilda retornou feliz ao mundo espiritual..., cercado por todos e recebido pelos amigos da Luz -.

Nenhum comentário: