Busca

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Vidas que não reclamam

Crônica do amanhecer

Por Hélcio Silva

(20/05/2016)


Crônica ou poema?

Não sei!...

Perguntei a Nazário Pétrus e a Magnólia Brayver se eles sabiam..., amigos meus de outra existência... eles disseram: “Se escreveste é que sabes...”

E Pétrus completou: é um poema!...

É que escrevi - e que acabei escrevendo – o drama social de muitas pessoas..., irmãos nossos!

Que mais falar?!... Que mais escrever?!!!

Foi no café da manhã de hoje (20/05/2016)... E assim a minha mente ditou o que eu deveria escrever... Obedeci e escrevi, para Deus ouvir-me, como prece, esta revelação de como vivem muitos dos nossos irmãos:

“- Quantos não têm casa para morar / um teto pra se abrigar / um lar que possa amar / uma família para abraçar...


... E vários olhares que só fazem olhar / sem caridade, seguem o caminhar /... e os quantos, em silêncio, nas pedras frias / dormem as noites e passam dias / ... são vidas sem reclamar... –“


Nenhum comentário: