Busca

sexta-feira, 3 de junho de 2016

A crônica da corrupção

Por Hélcio Silva 

(03/06/;2016)


Como escrever uma crônica sobre a corrupção no Brasil?

Muito difícil...

Não sabemos onde nem como começar, tal o número exagerado de envolvidos e a natureza de cada um... Só figurões!

O Cerveró acelera o motor. Cita Dilma e até o filho de FHC... E recita outros nomes...

Só os delatores já seriam suficientes para encher qualquer complexo prisional. Mas, eles estão se salvando (com as delações) de maiores sofrimentos e alguns devem cumprir penas em regime aberto, outros cumprindo seus malfeitos com algumas reduções..., de pena!

Vejo o Cervero dizer firme: Petrobras orientou negócio com firma ligada ao filho de FHC..., o phc... o Paulinho.

E o Cerveró – que é prato de todo dia na investigação da lava jato sobre a Petrobras – afirma que Dilma mentiu sobre compra de Pasadena... e disse ainda supor que a petista sabia que políticos do PT recebiam propina da estatal...

Parece que havia... Aliás, havia mesmo um projeto de riqueza e poder elaborado por uma "elite" corrupta..., uma "elite" do mal...

O Aécio já é investigado: nem tira mais foto com alegria – está mais envelhecido... Ele afirma ser inocente.

Aécio recebeu propina de Furnas, diz Delcídio em delação... Será?...

O Renan envolvido em um rosário de investigações...

O Cunha nem se fala.

E tem mais cerco aos senadores Jader Barbalho, Lobão e Color...

E por que esquecer o Jucá? O Jucazinho tem um terço do Renan: mas é um bom bocado!...

E o Lula nem aparece mais... tá só aguardando a hora: quem sabe faz a hora e não espera acontecer... Mas, Lula espera!

E o Sarney? Por que aquela citação envolvendo a metralhadora ponto 100?

E assim caminha o Brasil...

E o povo pedindo que tudo seja apurado...

Assim seja!

Nenhum comentário: