Busca

domingo, 23 de outubro de 2016

Coluna do Jersan


Jersan Araújo














GESTORES PÚBLICOS CONTINUAM PRATICANDO DELITOS

O Ministério Público e a Polícia Federal continuam ações contra os gestores corruptos, mas a vontade de ter muito dinheiro, não os inibe e prática ilícita não sai da ordem do dia da maioria deles. No país inteiro há denúncias em trâmite no MP e na PF contra esses malfeitores da Nação. No Maranhão aumenta o número de prefeitos implicados como autores de atos de corrupção. Os quatro casos mais recentes são o afastamento dos cargos de prefeito de São João Batista, São Vicente Férrer, Bom Jardim e Guimarães.

A última foi conduzida à Penitenciária de Pedrinhas, enquanto os demais respondem a processos em liberdade e continuam sob investigação. Testemunhas sobre o episódio de São João Batista, onde foi constatado desvio de verba do FUNDEBE, estão sendo ouvidas pela polícia em São Luís enquanto o município é administrado pelo vice-prefeito Júnior de Fabrício que, segundo informações, a cada dia depara com graves problemas relativos à má gestão do seu antecessor.

Tudo que vem sendo registrado no Brasil, desde o escândalo do “mensalão do PT” até a Operação Lava Jato, não foi suficiente para intimidar os corruptos que agiram e agem no Maranhão e em outros estados da federação, cinicamente, sem nenhum respeito à ética e aos bons costumes. O lamentável é que grande parte do dinheiro roubado não é devolvido ao erário significando grandes prejuízos, em última análise, à população que, felizmente reagiu, no último dia 02 de outubro e reprovou nas urnas a maioria desses políticos inconfiáveis. 

A esperança que persiste no coração do povo é a de que os prefeitos que tomarão posse no próximo dia 1° de janeiro estejam imbuídos do propósito de administrar seus municípios voltados para o interesse coletivo, com responsabilidade e muita determinação em praticar o melhor para todos.

 POLÍTICOS TEMEM CUNHA

Preso em Curitiba, pela Polícia Federal, o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) está colocando em polvorosa vultosas figuras da política brasileira. O medo que aflige mais de 100 deputados federais e dezenas de senadores é a possibilidade de Eduardo Cunha vir a aceitar a delação premiada que lhe é sugerida pelos seus advogados, o que poderá fazer com que ele seja beneficiado com alguns anos a menos de cadeia.

Cunha sabe muito ou quase tudo sobre o comportamento que norteia a classe política brasileira, eivada de praticantes contumaz de ilicitudes, a começar pelo presidente do Senado Federal, senador Renan Calheiros, do notável ex-senador José Sarney, do ex-ministro Edson Lobão e do senador Fernando Collor que voltaram a ser destaque na imprensa nacional na semana passada e que, a qualquer momento, poderão receber a “visita” dos federais.

 EDVALDO X EDUARDO

A campanha eleitoral em São Luís ganha tom mais agressivo na reta final. Na opinião de observadores a “corrida” do prefeito do debate anunciado pela TV Guará e que se transformou em entrevista com o candidato Eduardo Braide transmitiu a idéia de que Edvaldo Holanda fugiu do debate o que não é bom para a democracia e muito menos para o eleitor que tem o direito de conhecer as propostas dos candidatos para melhor definir o seu voto. Nos últimos dias Edvaldo tem dito, no seu horário eleitoral, que está pronto para o debate do dia 28 que será levado ao ar pela TV Mirante.

Considerando que as últimas pesquisas sugerem um empate técnico, o último debate poderá motivar o eleitorado a decidir favoravelmente a um dos candidatos. Conclui-se, assim, que qualquer que seja o resultado final, não surpreenderá ninguém, ao contrário do registrado no primeiro turno, quando as pesquisas erraram e Eduardo Braide “pulou” do quinto para o segundo lugar na disputa. Observadores de plantão comentam que o prefeito Edvaldo Holanda explicita, na TV, certo “aspecto de quem está desesperado, fazendo e transformando promessas em realizações”.

Lamentavelmente alguns jornalistas e blogueiros, que assumiram posição a favor de um dos candidatos, aceitaram a missão de tentar desqualificar o outro concorrente, com agressões pessoais. Torcer e votar é prática democrática louvável. Receber benefício pessoal para denegri a imagem do adversário é abominável.    

 LULA INQUIETO

Depois da prisão de Eduardo Cunha o ex-presidente Lula da Silva, colocou literalmente a barba de molho. Sabe que Curitiba o espera para responder pelos crimes constantes nos inquéritos instaurados contra ele por corrupção, lavagem de dinheiro e obstrução à Justiça. Em assim sendo, a qualquer momento poderá receber a visita dos agentes da Polícia Federal.

 DINO COBRADO

O governador Flávio Dino está sendo cobrado por simpatizantes da candidatura de Edvaldo Holanda Junior a declarar o seu voto a favor do pedetista que tem como companheiro de chapa o “camarada” Júlio Pinheiro do PCdoB. O chefe do Poder Executivo estadual teve como líder do seu Bloco Parlamentar de apoio, na Assembleia, o deputado Eduardo Braide. Mantém, portanto, posição de magistrado e o voto dele é secreto, como o de qualquer eleitor...

No assunto: o governador tem colaborado bastante com o prefeito realizando obras na capital, como asfaltamento de ruas e de vias inter-bairros que Edvaldo as declara como suas, e muita gente acredita e vota nele por isso.

Nenhum comentário: