Busca

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Ficção e verdade



Crônica da noite

Hélcio Silva

(26/10/2016)

Os Edivaldos (podem colocar no plural, porque são os dois) pensam que somos todos manipulados. Eles fazem o diabo porque temem perder a eleição... Nada de bom fizeram pela cidade. São Luís é uma cidade abandonada. E eles, que querem ganhar tudo, partem para a política da desconstrução.
Eles são partidários da teoria do DESCONSTRUCIONISMO (gostaram do termo?)...
Eles são, juntos com os dinistas, os desconstrucionalistas do atual momento político de Upaon-Açu... É a teoria do desconstruir, teoria que nasceu em São João do Rio do Peixe!... Estou me dedicando ao estudo do tema. Já disponho de algumas fontes de pesquisa.
Primeiramente armaram um pelotão para desconstruir a candidatura de Eliziane, porque ela liderava, com folga, todas as pesquisas... Eliziane caiu...
Com a queda de Eliziane, o deputado Wellington subiu nas pesquisas e começou assustar o filho do marquês.
Com Wellington no alto, novos torpedos foram preparados e lançados contra ele... É bem possível até terem feito trabalho de descarrego às margens do rio gangan..., dirigindo pesadas energias pra cima do Wellington.
No dia da eleição, Wellington caiu da ponte Pai Inácio..., e mergulhou nas águas do gangan... Foi queda feia!
E o Braide, lá em baixo, entre 2 e 3%, apareceu como um gigante... Amedrontou os holandas e os dinistas.
Reunião dos holandeiros. A ordem agora é detonar o Eduardo...
E assim, os holandeiros pensam que podem ganhar tudo e de todos..., sem merecimento.
Mas o Eduardo mandou construir um muro de proteção com milhões de tijolos da marca 33. O Eduardo cercou a cidade!

Nenhum comentário: