Busca

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

O Amanhecer de hoje


Crônica do amanhecer

Hélcio Silva

(24/10/2016)



Amanheci a segunda-feira lendo. Primeiramente, logo ao abrir dos olhos, a vida do mestre Eurípedes Barsanulfo. Esta bela história está no meu blog. Postei-a para leitura dos amigos e das amigas.
Fui ao café matinal… Liguei o som para escutar Ave Maria... É bom demais, espiritualmente suave, ouvir-se Ave Maria na abertura do amanhecer: faz bem à nossa alma!...

Dei pulos navegando entre as nuvens e fui olhar a nossa querida BH. A coisa por lá tá é quente. Debate duro entre Kalil e João Leite. Também, como ocorre em nossa São Luís, a disputa de um segundo turno, por lá, é no chão - rasteira - com denúncias e agressões. O Kalil diz o diabo do João Leite e recebe o troco na mesma diabrura. Belo Horizonte e o Brasil esperam o resultado desta disputa após as 21 horas do próximo domingo.

Em Curitiba, o Ney tá apertando o Greca. Muita gente acreditando na vitória do Ney. Outros apostando no Greca. Mas as pesquisas apontam para o Ney...

Em São Luís, a segunda-feira amanheceu fria de fuxico. Ontem, muitos “disse-me-disse”... Hoje, ainda não abriram as gavetas das fuxicarias!

Porém, a bomba desta manhã é a informação da possibilidade de Cunha (Eduardo Cunha) pegar 160 anos de prisão... Li tópicos da Coluna do Cláudio Humberto: o “disse-me-disse” vem de lá.

Vamos por sequência:   

1º tópico:

PARA ACORDO, PGR EXIGIU CUNHA PRESO POR 15 ANOS

Eduardo Cunha rechaçou, há dois meses, a primeira tratativa para um eventual acordo de delação premiada. A PGR (Procuradoria Geral da República) admitiu iniciar negociações, mas avisou que não abriria mão de ao menos 15 anos de prisão em regime fechado para o político. Ao ser informado da proposta dos procuradores, Cunha reagiu fortemente: “Não aceito um só dia de prisão!” Agora preso, talvez mude de ideia.

2º tópico:  

SAIRIA BARATO

A força-tarefa trabalha para obter uma condenação de 160 anos para Eduardo Cunha. Sairia barato para ele ficar “apenas” 15 anos preso.
  
3º tópico:

SONDAGEM

A sondagem sobre eventual negociação de acordo de delação foi feita por uma advogada, aparentemente à revelia de Eduardo Cunha.

4º tópico:

OPORTUNIDADE

Os procuradores acham que a advogada aproveitou um despacho sobre processos para sondá-los sobre o interesse em eventual acordo.

5º tópico:
  
DALI NÃO SAI

A defesa aconselhou Cunha a se habituar à ideia de que, mesmo com acordo de delação, ele vai passar longa temporada na prisão.

Nenhum comentário: