Busca

terça-feira, 25 de abril de 2017

Cuidar da cidade: Ciclovias de Curitiba terão novos postes baixos e iluminação econômica e eficiente


O prefeito Rafael Greca assinou nesta terça-feira (25/04) a ordem de serviço para um investimento de R$ 2,3 milhões na iluminação pública das ciclovias de Curitiba. Serão instalados cerca de mil novos postes baixos com luminárias de LED, que garantem iluminação mais eficiente e econômica. “A instalação dessas modernas luminárias é uma demonstração do compromisso da gestão com os ciclistas e pedestres de Curitiba”, afirmou o prefeito.

As obras serão feitas em dois lotes, abrangendo 18,5 quilômetros de ciclovias localizadas na Linha Verde Sul, do Parque São Lourenço ao Passeio Público e das ruas Aluízio Finzeto, João Negrão, Conselheiro Laurindo, Alexandre Gutierrez e Alferes Poli. “É um grande investimento em favor dos ciclistas e pedestres de vários bairros”, disse Greca.

Ele ressaltou ainda que a Prefeitura concluiu a recuperação de um trecho da ciclovia às margens do Rio Belém, próximo ao Parque São Lourenço, que colocava em risco os usuários. A ciclovia às margens do Rio Belém ficou comprometida por um ano devido ao deslizamento de terra.

Lotes

As obras terão prazo de execução de 180 dias e o serviço será feito pelo Departamento de Iluminação da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura. “Com a instalação dessas luminárias, teremos um sistema de iluminação pública mais eficiente e econômico. A orientação para nossa equipe é melhorar a qualidade dos serviços públicos oferecidos aos curitibanos”, afirmou o secretário de Obras Públicas, Eduardo Pimentel.

O lote 1 vai contemplar oito quilômetros de ciclovias na Linha Verde entre o viaduto da Avenida Marechal Floriano e o terminal de ônibus do Pinheirinho. Neste trecho serão implantados 24 mil metros de cabos elétricos e cerca de 400 luminárias baixas com lâmpadas LED de 60 watts de potência. O investimento nessa etapa será R$ 882 mil.

Já o segundo lote abrange 10,5 quilômetros da ciclovia Belém Norte, entre o Parque São Lourenço e o Passeio Público, e as ruas Aluízio Finzeto, João Negrão, Conselheiro Laurindo, Cyro Vellozo e na Alexandre Gutierrez, entre a Praça do Japão e a Avenida Getúlio Vargas. Serão colocados 30 mil metros de cabos elétricos e 600 luminárias com lâmpadas LED de 60 watts. O investimento nesse lote será de R$ 1,47 milhão.

Troca de lâmpadas

Além do investimento nas ciclovias, a Prefeitura está substituindo 4.261 lâmpadas das principais avenidas da cidade. A previsão é investir R$ 2,5 milhões na ação, que terá duração de seis meses.

As novas luminárias têm potências de 150W, 250W e 400W. O Departamento de Iluminação está trocando as lâmpadas de vapor de sódio (cor alaranjada) por lâmpadas de vapor metálico (cor branca). A vantagem é que são mais eficientes, promovem economia e melhor iluminação. Elas apresentam melhor índice de reprodução de cor branca, proporcionando melhor percepção de segurança.

Mutirão

As lâmpadas de vapor de sódio substituídas serão reutilizadas pelo Departamento de Iluminação Pública no mutirão para troca das lâmpadas queimadas na cidade. A prioridade é dada para as demandas represadas da Central 156.

Em três meses de trabalho, as equipes atenderam mais de 22 mil ocorrências. Pimentel destacou ainda a retomada das rondas noturnas de inspeção para fiscalização dos pontos apagados.

Com o serviço, a iluminação pública registrou no primeiro trimestre um dos mais altos índices de satisfação dos serviços tabulados pela Central 156. A satisfação com o serviço passou de 85%, em dezembro de 2016, para 93,43% em fevereiro de 2017, aponta o relatório mensal da central.

Nenhum comentário: