Busca

sexta-feira, 12 de maio de 2017

COLUNA “Quintal de Casa”


Por Hélcio Silva

12 de maio de 2017

Bom Dia - Paz na Terra! Não à violência!





O Velhaco...

Tô chegando da Aruanda passando pelas matas da Jurema até aqui chegar... E cá estou: espantado!... E ontem, antes de sair da Aruanda, ainda achei um tempinho para publicar o direto de Gilmar pra riba do Marco Aurélio... Virou assunto Universal... Foi um desmonte, até  com gente de lá... A mídia comentou, mas o Gilmar foi cruel: "Os antropólogos, quando forem estudar algumas personalidades da vida pública, terão uma grande surpresa: descobrirão que elas nunca foram grande coisa do ponto de vista ético, moral e intelectual e que essas pessoas ao envelhecerem passaram de velhos a velhacos. Ou seja, envelheceram e envileceram...” – Tudo culpa do Eike Batista.

O Povo de Deus...

E ontem, ainda pela noite, fui ao Vaticano buscar notícia boa... E o papa Francisco afirmava por lá: “Para compreender a fé, devemos estar sempre em caminho...” - E disse mais: “O Povo de Deus está sempre em caminho para aprofundar a fé”. - (tudo dito na missa celebrada na manhã de ontem, quinta-feira, na capela da Casa Santa Marta).

Dia Mundial das Aves Migratórias...

Anteontem, portanto, antes de ontem, 10 de maio, foi o Dia Mundial das Aves Migratórias... A mídia brasileira nada disse, pois, todos estavam preocupados com Moro e Lula... Mas o mundo não esqueceu. A ONU Meio Ambiente alertou que as aves migratórias estão enfrentando um número crescente de ameaças durante longas viagens. A agência da ONU fez a declaração para marcar o Dia Mundial das Aves Migratórias, comemorado neste dia 10 de maio. Para escapar do frio nos Hemisférios Sul ou Norte, dependendo da época do ano, esses pássaros realizam voos intercontinentais com paradas específicas para que possam descansar e prosseguir a jornada.

Lula sabia de tudo: Era o chefe...

Ontem, o assunto foi dominante na grande mídia, e a Globo deitou imagem e falação.  O João Santana sobre Lula: 'as decisões dependiam da palavra final do chefe'... E quem era o chefe?... Ora, quem!!!... E a mídia foi revelando: “À procuradoria, João Santana afirmou que Lula tinha conhecimento dos pagamentos por fora efetuados à sua empresa, a Pólis. E que ouviu diversas vezes de Palocci que as decisões dependiam da “palavra final do chefe” — no caso, Lula”

Dilma também sabia de tudo...

Abro as páginas da veja e vejo:
Dilma Rousseff tinha “pleno conhecimento” de como a Odebrecht atuava, em sua campanha, para quitar dívidas, por meio de caixa dois, ao casal João Santana e Mônica Moura. A revelação foi feita pela própria Mônica em acordo de delação premiada no âmbito da Operação Lava-Jato. A petista sempre tentou se desvincular de irregularidades no sistema de arrecadação nas eleições que disputou, mas o detalhamento feito por Mônica Moura e as provas que ela apresentou aos procuradores que atuam na investigação jogam por terra o discurso de defesa de Dilma. De acordo com os depoimentos de Mônica Moura, por ordem de Dilma, cabia ao então ministro Guido Mantega negociar os valores a serem pagos no marketing da corrida eleitoral de 2014. Mantega, apelidado de “Laticínio” nos registros da delatora – um trocadilho com “manteiga” – fazia questão que as conversas ocorressem sempre em sua residência oficial, em Brasília. Em uma das reuniões sobre o tema, foi acordado que João Santana receberia 105 milhões de reais pelos serviços da campanha, sendo que 35 milhões de reais deveriam, necessariamente, ser quitados por meio de caixa dois. Para consolidar a transação, Mônica relata, em sua delação, que Mantega a orientou a procurar a empresa Odebrecht para quitar a parcela de caixa dois combinada. Os detalhes dos pagamentos irregulares, disse a delatora e sócia de João Santana, foram negociados com Hilberto Mascarenhas e Fernando Migliaccio, dois executivos que atuavam no Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, nome pomposo para o setor de propinas da empreiteira. Parte dos valores seria repassada no Brasil. Outra, a uma conta no exterior. Em hotéis e flats no Brasil, João Santana e Mônica Moura receberam 10 milhões de reais dos 35 milhões de reais acordados. O restante, que seria enviado pela Odebrecht ao exterior para quitar o débito, nunca foi pago. Motivo: a Operação Lava Jato ganhava corpo e o conglomerado comandado na época por Marcelo Odebrecht temia que fossem fornecidas informações da Suíça que ligassem a companhia ao casal de marqueteiros. Diante do calote de 25 milhões de reais, João Santana, que usualmente tratava da parte criativa no marketing, e não de assuntos financeiros, assumiu o papel de “cobrador oficial” do passivo junto à própria Dilma Rousseff. Mônica Moura também aproveitava intervalos de gravações para cobrar de Dilma a dívida. A petista sempre afirmava estar disposta a ajudar e, segundo Mônica, “desde o início, tinha pleno conhecimento de que a Odebrecht ficara responsável pelo pagamento não oficial”.

O relato é longo...

O relato acima é bem mais longo e já divulgado pela grande mídia... Uma vergonha!... O Brasil era vítima de uma grande quadrilha. Claro que, tecnicamente posto, não é normal colocar-se em coluna jornalística texto tão longo... Torna-se, todavia, necessário pelo tamanho do crime praticado contra o povo... Dilma e Lula traíram o povo!

Lula pode ser condenado...

Ministério Público avalia que o depoimento de quarta-feira ao Juiz Sérgio Moro não ajudou Lula e o ex-presidente pode ser condenado por tríplex – Diz uma matéria jornalística do Reuters

O Haddad tá assustado...

A revelação de que o ex-ministro Antonio Palocci (Fazenda/Casa Civil nos governos Lula e Dilma) acertou com a empresária Mônica Moura o pagamento de caixa 2 para a campanha de Fernando Haddad (PT) à Prefeitura de São Paulo em 2012, deixou o pessoal do PT de São Paulo assustado, principalmente o Haddad.

Dilma vai pra Curitiba...

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF, mandou para a Justiça Federal do Paraná os trechos da delação do marqueteiro João Santana e sua mulher, Mônica Moura, que tratam do uso de caixa dois nas campanhas de Dilma Rousseff, em 2010 e 2014. João Santana foi responsável pelo marketing nas duas vitórias da petista. Dessa forma, investigações sobre o caso vão ficar sob os cuidados do juiz Sérgio Moro.

Senadores e deputados na propina...

Quem não viu ou não escutou pelos ouvidos? Os senadores Lindbergh Farias (PT-RJ), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Marta Suplicy (PMDB-SP), e os deputados federais Vander Loubet (PT-MS) e Zeca do PT (PT-MS) foram citados pelos delatores João Santana e Mônica como participando do esquema de propina...

De quem é a culpa?...

Tô terminando a coluna de hoje, mas antes passei pela pelas terras do Cláudio Humberto e encontrei: “A força-tarefa suspeita que José Carlos Bumlai combinou com Lula seu depoimento, na véspera do interrogatório do ex-presidente. Ao depor, Bumblai implicou a falecida Marisa Letícia no caso da compra de terreno para a sede do Instituto Lula, afirmando que foi ela, e não Lula, quem lhe pediu “ajuda” para concretizar a negociata. Interrogado sobre o caso do tríplex-propina do Guarujá, Lula também culpou Marisa.”

De lá arrastei mais esta...

Diz Cláudio Humberto: “Há sempre a impressão de que falta mais um, na Lava Jato. Franklin Martins, ex-ministro de Lula, é um desses personagens nos quais a força-tarefa ainda não pôs as mãos. Agora se sabe que Mônica Moura, mulher de João Santana, marqueteiro do PT, contou que dividiu com a mulher de Martins US$ 11 milhões (R$ 34,7 milhões), em dinheiro vivo, do caixa 2 da campanha de reeleição de Hugo Chávez, na Venezuela.”

Onde vai parar...

Onde vai parar tudo isso? Era uma quadrilha do inferno contra o Brasil... É uma pena... E vem mais coisa...

Tô indo...

Tô indo... Até mais ver...

Nenhum comentário: