Busca

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

As pedras de Upaon-Açu

Crônica do amanhecer

Hélcio silva

(11/10/2017)


Sentado numa delas reflito o dia de hoje. Olho para o infinito e não vejo o fim. Por que será que o infinito não tem fim?... E o horizonte se fecha num fim imaginário!

Dores da alma refletem sofrimento ao corpo: a alma não sofre só, divide o sofrimento..., e o corpo vira caixão de pancada.

Uma criança passa com sua beleza infantil, em belo sorriso que te faz animar!

As crianças são puras! Criaturas infantis de Deus!...

Abro a porta da realidade de hoje! O que tem além desta porta que se abre diante de mim?

Vejo um show de impunidade e corrupção!

O País virou um País corrupto, em obras de homens corruptos..., de homens corruptos que deveriam ser homens de bem, do bem e para o bem.

Converso com as pedras de Upaon-Açu: elas choram mais do que eu!

Vejo as manchetes dos jornais de hoje: STF decide hoje situação de Aécio Neves... Policia faz busca por drogas na casa do filho de Lula...

Paro! Não quero mais ver as outras demais manchetes de hoje!

Sinto a revolta das pedras!

Todas revoltadas com a corrupção!... Até as poeiras estão revoltadas contra políticos corruptos!

Um presidente que compra deputados para se livrar de processos... Que pena!

As denúncias são muitas...

Um país em que um criminoso deseja que o juiz que o julgou lhe peça desculpa!

E ainda assim, apesar da nossa luta, os corruptos continuam no comando da Nação...

Que País é este?!...

Nenhum comentário: