Busca

sábado, 10 de março de 2018

Poema de Raimunda Lucinda Martins

Eu Sou o Ar


Eu sou o ar
Que respiras
Nos dias frios,
Úmidos,
Ou quentes.
Sou as flores
Que envolvem
A tua vida,
Nos caminhos
Que trilhas,
Sou a luz
Que vem do céu,
Como sol nas manhãs,
A lua em noites,
Madrugadas,
E por vezes até
Nos dias.
Sou as estrelas
Que brilham
Em dias luminosos
Eu sou o ontem
O amanhã que será
Escrito
Sou teu presente
Num sorriso
De criança,
Teu andar seguro,
Tuas estradas
Floridas,
Sou as subidas,
As descidas,
Os montes,
As serras,
As montanhas,
A queda das águas,
O bater das árvores
Quando caio como
Pingos de chuva,
Sou a certeza do tempo
Que vem e vai,
A riqueza do mar
Que traz sonhos
De vidas que peregrinam
Neste mundo.
Eu sou
Eu criador
Te desenhei
No meu coração
E vivo em ti
Eu sou
Tu és em mim

(26/02/2018)

Raimunda Lucinda Martins /Raio de Luz


Um comentário:

Raimunda Lucinda Martins disse...

Muitíssimo obrigada por mais uma vez me conceder a honra em estar aqui com um escrivinho meu. Desejo-te meu amigo que sigas a vida sempre iluminado e trazendo tudo que possa nos enriquecer tanto em poesia, crônica, informações... Deus te abençoe e te guarde sempre!