Busca

sábado, 14 de abril de 2018

Bom dia...

Companheiros e companheiras de luz, de vida, de ideal e de luta!
Estou melhorando com pequenas caminhadas, leves exercício físicos e o necessário repouso.
Espero retornar às minhas atividades normais – no facebook, twitter e blog - até o dia 10 de maio.
Deus abençoe e ilumine a todos...
Ilumine os povos de todas as nações e todos os seres vivos da Terra!
Ilumine nossas florestas, nossos os rios, nossas montes e montanhas, nossas várzeas... Nossos sonhos! 



domingo, 8 de abril de 2018

Domingo da Misericórdia

Celebra-se, hoje, o Dia da Misericórdia!



O Papa Francisco presidiu a Santa Missa do Domingo da Divina Misericórdia afirmando que a Misericórdia é o palpitar do coração de Deus... É uma festa da Igreja católica.
Mas todos nós precisamos da Misericórdia de Deus!
Não tenho sido assíduo aqui no blog, no twitter e no face, por motivos de saúde.
Dores causam-me inquieto desconforto muscular.
Na sexta-feira, para completar o que já vinha sentindo há dias, levei uma queda que causou torção no meu ombro esquerdo...  
Ontem, não foi possível editar o sábado poético nem qualquer texto sobre os fatos que envolveram a prisão do ex-presidente Lula.  
Terei que diminuir o ritmo do trabalho no face, no twiter e no blog: cuidarei da saúde. Escreverei, porém, na medida do possível, um texto no blog, com chamada no face e no twitter...
Feliz domingo, meus amigos e amigas!

sexta-feira, 6 de abril de 2018

STJ nega habeas corpus que evitaria prisão de Lula

Ex-presidente tem até as 17h para se apresentar à Polícia Federal



O ministro Felix Fischer, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), negou nesta sexta-feira (6) o pedido de habeas corpus feito pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


Ex-presidente da Coreia do Sul é condenada a 24 anos de prisão por corrupção

Da Agência EFE


A ex-presidente da Coreia do Sul Park Geun-hye foi condenada nesta sexta-feira (6), por um tribunal de Seul, a 24 anos de prisão, pelo envolvimento no caso de corrupção da "Rasputina", que culminou com sua cassação em janeiro de 2017.

A sentença, que foi transmitida ao vivo pela TV por quase duas horas, considera comprovada que a ex-presidente conservadora e sua amiga, Choi Soon-sil, conhecida como "Rasputina", criaram uma vasta rede de favores pela qual extorquiram grandes empresas como Samsung, Hyundai e Lotte.

Park, de 66 anos, estava presa preventivamente desde março de 2017 e foi a primeira chefe de Estado sul-coreana cassada na democracia. A saída dela levou a uma antecipação nas eleições, vencidas em maio do ano passado pelo liberal Moon-Jae-in.

João Doria comemora a prisão de Lula e diz "viva a justiça!"

O prefeito de São Paulo gravou um vídeo de um minuto e 28 segundo sobre a ordem de prisão contra Lula...

Veja o vídeo:



Zé Dirceu diz que prisão de Lula é ilegal


Ex-chefe da Casa Civil no governo Lula considera a prisão do ex-presidente Lula um ato ilegal e inconstitucional. Para Dirceu, resta à militância do PT continuar na luta e defender a candidatura do líder petista a presidente porque de Lula é uma uma expressão da vontade popular; "A prisão ilegal e inconstitucional de Lula é uma infâmia e ignomínia, mas, não nos deterá. Continuaremos nossa luta e combate pela libertação de Lula. E sua candidatura será mantida, expressão da vontade popular", disse Dirceu.

Chato de galocha

No Brasil inteiro tem sempre alguém falando da posição do ex-senador Eduardo Suplicy afirmando querer passar os anos de cadeia em companhia de Lula.

Ontem, no programa Pingos nos ii, da Jovem Pan, diziam os apresentadores que Lula não aguentaria 12 de prisão ao lado do Suplicy...  Chato!!!... “seria uma tortura para Lula”, disse o Augusto, um dos apresentadores.

Hoje, pela manhã, li aqui na terrinha um comentário do escritor e poeta Roberto kenard. Uma análise perfeita do Kenard.

E eu com os dois pés na Ilha, fico pensando também se a Gleisi e o Lindbergh – dois senadores do PT – resolverem seguir o Suplicy.

Hoje, em sua coluna, o jornalista Cláudio Humberto escreve sobre o fato:

TORTURA, NÃO

O chato de galocha Eduardo Suplicy se ofereceu para fazer companhia a Lula na cadeia, e cantar para o ex-presidente todo o seu repertório.

Marina: prisão de um ex-presidente é acontecimento triste em qualquer país


Ex-petista, a pré-candidata à Presidência Marina Silva (Rede) classificou como “acontecimento triste” o pedido de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ela, no entanto, defendeu que as leis devem ser aplicadas “igualmente para todos”.

“A prisão de um ex-presidente é um acontecimento triste em qualquer país. No entanto, numa democracia, as decisões da Justiça devem ser respeitadas por todos e aplicadas igualmente para todos”, disse. Sem citar nomes, Marina afirmou também que “os que ainda não foram alcançados pela Justiça é porque estão escondidos sob o manto da impunidade do foro privilegiado”. Marina, que foi filiada ao PT por mais de 20 anos, deixou o partido em 2010 para disputar pela primeira vez a Presidência. Ela foi ministra do Meio Ambiente de Lula entre 2003 e 2008.

Senador Alvaro Dias fala sobre a ordem de prisão contra Lula


Pré-candidato à Presidência da República pelo Podemos, o senador Alvaro Dias (PR) afirmou que é “lastimável” ver um ex-presidente ser conduzido à prisão, mas considerou a decisão um “avanço” para o País.

“A impunidade perdeu; o Estado de direito prevaleceu. As leis estão governando os homens nesse momento e estamos caminhando para a inauguração de uma nova Justiça no Brasil. É assim que se constrói uma grande nação”, disse Álvaro Dias em vídeo publicado no Twitter após a decisão de ontem.

Veja vídeo, de apenas 39 segundos, do senador Alvaro Dias sobre a prisão de Lula. 



Ameaça a jornalistas por militantes do PT



Os jornalistas que acompanham o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, estão sendo ameaçados pelos militantes. Por volta de 5h30 desta sexta-feira, os  apoiadores do petista ficaram irritados com fotógrafos e câmeras que tentavam mostrar a redução no número de pessoas em frente ao prédio e forçaram a entrada na sala onde estavam os profissionais da imprensa.

Para manter a integridade dos repórteres, fotógrafos e câmeras, eles tiveram de mudar do térreo para o terceiro andar do sindicato. Falta policiamento no local, segundo jornalistas que fazem a cobertura. Representantes do sindicato ajudaram a proteger os profissionais.

A hostilidade com os jornalistas na noite de quinta-feira levou a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) a lançar uma nota em repúdio às agressões verificadas em São Bernardo do Campo e no Distrito Federal. Equipes do SBT, Correio Braziliense e Reuters foram vítimas dos ataques.

Defesa de Lula entra com novo habeas corpus no STJ



A defesa do ex-presidente Lula entrou com um novo pedido de habeas corpus no STJ (Superior Tribunal de Justiça) para tentar impedir a prisão imediata do petista. A informação é da colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.

O argumento central da defesa, de acordo com a coluna, é que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) antecipou a execução da pena ao determiná-la antes da publicação do acordão do julgamento dos embargos de declaração apresentados pelos advogados.

Ainda seria possível apresentar novos embargos e por isso, segundo os advogados, a prisão de Lula ainda não poderia ocorrer.

Lula deve ser preso nesta sexta - saiba quais as chances de ele deixar a cadeia

BBC Brasil


O juiz Sergio Moro decretou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e determinou que ele se entregue até às 17h desta sexta-feira à Polícia Federal de Curitiba. Em seu despacho, ele

o uso de algemas e decidiu que, em respeito a Lula ter exercido o cargo de presidente, ele ficará detido em uma sala especial, separado de outros presos.

O petista foi condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso Tríplex do Guarujá - ele nega ter recebido o imóvel da empreiteira OAS como propina por beneficiar a empreiteira em contratos da Petrobras.

A prisão iminente de Lula não indica, no entanto, que o petista passará muito tempo atrás das grades. As possibilidades vão de um simples habeas corpus do Superior Tribunal de Justiça a uma decisão liminar do Ministro Marco Aurélio Mello. Entenda quais são elas:

Liminar do ministro Marco Aurélio

Embora o Supremo Tribunal Federal (STF) tenha negado o habeas corpus aos ex-presidente Lula, pode vir da corte a liberdade ao ex-presidente. O STF deverá analisar duas ações que discutem a possibilidade de prisão antes do trânsito em julgado (quando se esgotam a possibilidade de recursos em todas as instâncias).

O entendimento atual do colegiado, de 2016, é que condenados em segunda instância podem começar a cumprir as penas antes que terminem as chances de apelação. Mas já há indicação de que, fosse colocada em questão novamente, essa permissão seria revogada pelos ministros do Supremo.

Embora a presidente Cármen Lúcia venha resistindo em pautar essas duas ações, o ministro Marco Aurélio, relator dos casos, tem agora nas mãos a possibilidade de levá-las diretamente ao plenário do Supremo. E ele deixou claro no julgamento de quarta-feira que está bastante irritado com a resistência de Cármen.

O Partido Ecológico Nacional (PEN), que é autor de uma dessas duas ações, entrou com pedido para que Marco Aurélio suspenda com uma liminar a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância e leve sua decisão para análise do plenário do Supremo.

Se Marco Aurélio quiser, pode dar essa liminar ainda na noite desta quinta-feira ou na sexta, o que impediria a prisão de Lula.

O PEN argumentou no pedido de liminar que já está evidente que não há mais maioria no STF a favor da prisão após segunda instância e que, por isso, deve ser analisada com urgência a mudança desse entendimento. Do contrário, argumentam os advogados do partido, pessoas serão presas indevidamente, em desrespeito ao novo entendimento majoritário da Corte.

O partido pede então que Marco Aurélio dê uma liminar autorizando a prisão apenas após condenações pelo Superior Tribunal de Justiça e leve sua decisão para análise do plenário.

"Entendem os autores, diante da manifestação de entendimento declarada ontem (no julgamento de Lula) pelos Ministros, que a concessão de uma liminar neste momento, antecipando por medida de cautela uma provável constituição de maioria em favor do provimento, ainda que parcial, do mérito das ADCs, certamente impedirá a injusta prisão de inúmeras pessoas", afirmam os advogados no pedido de liminar.

OUÇO DEUS

Ontem, por problemas de saúde, não foi possível trabalhar, mas já estou melhor e de volta ao batente. Deus no comando. Bom dia amigos e amigas!

Amém!

quarta-feira, 4 de abril de 2018

"Se for o que parece, outro 1964 será inaceitável", diz Janot

Na noite da terça-feira, 4, Villas Bôas escreveu, no Twitter, que "repudia a impunidade" e que o Exército está atento "às suas missões institucionais"



AGÊNCIA ESTADO

"Isso definitivamente não é bom", afirmou o procurador-geral da República Rodrigo Janot, em reação às declarações do general do Exército Eduardo Villas Bôas, nesta terça-feira, 3. Por meio do Twitter, o comandante militar questionou sobre "quem está pensando no bem do País e das gerações futuras e quem está preocupado apenas com interesses pessoais' e disse que a o Exército "se mantém atento às suas missões institucionais".

"Se for o que parece, outro 1964 será inaceitável. Mas não acredito nisso realmente", criticou Janot.

Nesta terça, Villas Bôas disse que o Exército "julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à Democracia".

O Julgamento de Lula começa às 14 horas... A Nação aguarda

Na Ilha, estou a ler todas as notícias... ou quase todas!

Muita expectativa!

Vejam abaixo uma notícia da Veja, com foto de  Lula e Gleisi:

Lula no ‘Dia D’: STF julgará com a faca no pescoço


A aguardada sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) que decidirá sobre o habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva — e sua possível prisão por crimes desvendados pela Operação Lava Jato — começará às 14 horas, mas, independentemente do resultado, não acabará neste 4 de abril ou até a data em que os ministros de toga arrastarem o julgamento. Vai além disso. É um julgamento que passa pelas ruas — seja qual for a cor da camisa do time –, pelas redes sociais inflamadas como jamais se viu e até pela manifestação de um general, comandante do Exército, na véspera de um dia tão tenso.