Agências Nacionais e Internacionais

Loading...

Municípios do Maranhão

Loading...

Busca

Carregando...

terça-feira, 31 de março de 2015

Ele é de São João do Rio do Peixe... E eu sou de Upaon-Açu!








Na realidade ele é de São João do Rio do Peixe, uma região da Paraíba.  Mas, quando ele nasceu, São João do Rio do Peixe já se chamava Antenor Navarro, em homenagem a esse grande político brasileiro (Antenor de França Navarro), um dos líderes da Revolução de 30.

... E foi quando o município ainda se chamava Antenor Navarro que o Moço nasceu, justamente no último dia do ano de 1946..., aos gritos de Feliz Ano Novo!

Segundo algumas pesquisas que fiz hoje (terça-feira, dia 31/03), o município de São João do Rio do Peixe remonta ao século XVII. Há informações de que grande parte da área pertenceu à família dos Dantas. Vejo aqui, nas anotações que leio, uma informação de que no século XIX, entre 1855 e 1863, foi construída a nova igreja, que marcaria  um novo ciclo de desenvolvimento em São João do Rio do Peixe... E aí passou a ser distrito e, em 1881, elevou-se à categoria de vila... Mas o Moço ainda não havia nascido!

Entre 1932 a 1989 o município, anteriormente chamado São João do Rio do Peixe, passou a chamar-se Antenor Navarro. Foi nesse período que o Moço nasceu, em 1946, antes mesmo do dito/cujo município voltar ao nome original (São João do Rio do Peixe) por força da promulgação da nova constituição da Paraíba em 1989.... 

Quando isso aconteceu, o Moço, vivo e escaldado, banhado nas águas do rio do peixe - sabido ki só - já estava na Ilha de Upaon-Açu e já havia sido presidente da Câmara de Vereadores no período entre março de 1981 a dezembro de 1983... Foi ainda deputado estadual, deputado federal e chefe de gabinete do governo do estado, na administração do poderoso Luiz Rocha.

É atualmente deputado estadual e primeiro ministro da prefeitura... É o novo Rei de Upaon-Açu!

Pois é!... Ele (neste 31 de março - hoje) foi à tribuna da Assembleia Legislativa do Maranhão para defender a administração do filho/prefeito, que concedeu um aumento absurdo nas tarifas de transporte coletivo, medida que massacrou o povo mais pobre da cidade. Poderia, por possuir mais experiência e vivência política, ter aconselhado (ou orientado) o filho a não tomar tal medida contra o povo... O serviço de transporte público da cidade é o pior do país e não vele o preço da tarifa que cobra...

Se hoje eu fosse deputado teria enfrentado o Moço do Rio do Peixe e provado a ele que o povo de nossa terra não merecia essa pancada!

De HS, direto da Ilha de Upaon-Açu...

Coluna de Hélcio Silva

Bom Dia brasileiros e  brasieiras!







O POBRE VAI MESMO PAGAR  MAIS CARO PELO ÔNIBUS 



... Eu ouvi... Eu li..., em programa de rádio e blogs (no singular e no plural)!!!... E também vi de políticos!... Gente achando que o aumento das tarifas nas passagens dos ônibus velhos (calhambeques) era necessário!... Esse aumento, na minha opinião, foi um absurdo! E os empressários do transporte coletivo ganhando mais...; e o prefeito sonhando com a reeleição..., mesmo tendo dito durante a sua campanha eleitoral para prefeito que esses problemas (trânsito e transporte) seriam resolvidos a favor do povo e ouvindo o povo... Oxente!... Ele se perdeu no bilhete único!
Bom dia gente de São Luís, minha terra!... 

A SAÚDE PÚBLICA...

... Foi pelo telefone... O telefone tocou...
- Oi, tudo bem?
   Depois de uma longa conversa, perguntei ao médico (amigo meu) que comigo conversava assunto político:
- Escuta aqui, o atendimento nas unidades de saúde do SUS (atendimento aos doentes) ficou melhor no governo Dino?
- Não, com Ricardo tava melhor...

E AINDA QUEREM AUMENTO

...Enquanto o servidor público fica sem seu reajuste, a petrobras  quer reajuste de 13% para chefes e diretores.

BONS POLTICOS FORA DO PARLAMENTO...

...Se o leitor deste blog olhar bem e fizer uma boa análise vai ver que há políticos no Maranhão que deveriam estar no parlamento e estão fora...  Vou arriscar uma pequena lista (colocar gente dos diversos lados): Ananias Neto, Gastão Vieira, Haroldo Saboia, Domingos Dutra, Helena Heluy, Edson Vidigal, Igor Lago, e tantos outros que esqueci no momento...

E O CANAL, QUANDO VÃO TERMINAR O SERVIÇO?...



...O Canal do Cohatrac continua do mesmo jeito que Castelo deixou... Quando vão terminar o serviço?  

QUANDO VÃO INVESTIGAR O LULA?



...Ainda não investigaram o Lula? Ele jura que de nada sabia...

ESSA SAIU NO 247 E LEMBRADA NA GLOBO DE HOJE

...Marcelo Caramori, ex-assessor do governador Beto Richa (PSDB), afirmou em depoimento ao Gaeco que “Abi é o grande caixa financeiro do governador Beto Richa, incumbindo-lhe bancar campanhas políticas e arrecadar dinheiro proveniente dos vários órgãos do Estado”; de acordo com ele, Abi teria poder para indicar ocupantes de cargos comissionados “em pontos estratégicos do Estado”, como “chefes de fiscalização e das polícias”...

COITADO DO POVO...


...FHC diz que governo opera sem anestesia...

segunda-feira, 30 de março de 2015

Mhario Lincoln: As Palavras têm Força!

Artigos


As Palavras têm Força!

Escrito por Mhario LincolnPublicado em Matérias em 30/03/2015

Não conheço, até onde nosso relacionamento empata, nenhuma pessoa que não goste imediatamente de Raquel Ramos. Dentre várias qualidades que a fazem fascinante está a maneira como reage a determinadas interações. Como cultua seu mundo, como dirige sua consciência, como conforta com suas ideias. Eis o segredo! A questão não é só falar o que quer e o que pensa. Mas, temperar a ideia com um sabor pessoal, fugindo da regra dos clichês tão usuais.
Raquel Ramos toma isso como um timão em suas mãos e conduz seu barco de abordagens de forma à navegar por águas calmas, mesmo que a bússola usual lhe esteja indicando outro norte.
Cheguei a discutir com minha esposa determinadas situações colocadas em respostas diretas de Raquel  e nelas, pelo menos nelas, unanimidade - a não burra. Sim, porque unanimidade também é concordância, é liderança o que põe abaixo esse chavão idiota de que toda unanimidade "é burra".
Só tem unanimidade quem é líder. Quando a unanimidade é imposta pela força ou pela coação ou coerção, aí sim, considero-a burra. Mas, que não é o caso.
Voltando a unanimidade sadia de Raquel Ramos, o que vemos aqui é uma construção ideológica muito além da normalidade. Isso porque tem uma dose altíssima de autenticidade, respeito e linhagem de estilo.
Confesso que ficamos (eu e Veridiana) bem felizes ao ler os originais desta entrevista que compartilho agora com todos vocês. 


MHARIO LINCOLN - Interessante essa sua colocação de que não existe Amizade entre marido e mulher, namorado e namorada, caso e caso etc. Por que?

RAQUEL RAMOS - Esta minha colocação tem causado algumas divergências, especialmente entre as pessoas que formam um casal de longos anos. Quando você passa a ver a pessoa que dorme ao lado como amigo é porque já há alguém olhando ou sendo olhado com o desejo e a intenção de amantes que deve haver num relacionamento. Entre um casal tem de haver amor, paixão, parceria, comprometimento e afinidade (que muitos confundem com amizade). Você até pode transar com um amigo, mas com o "seu homem" é muito melhor. Para entender o sentido que quero dar à diferença entre amor e amizade no relacionamento, basta responder duas perguntas: 
_Você permite que esse seu amigo com o qual você dorme todas as noites transe com uma amiga dele ou tenha um caso?
_Se você tem 40, 50, 60 anos e inicia agora um novo relacionamento, naquela fase apaixonados, você enxerga ele como um amigo?
Esta é a diferença entre amor e amizade.

ML - Qual a realização de um novo-grande sonho, após grandes sonhos serem realizados ao longo de sua vida? 
RR - Sonho para mim é aquele que pode ser realizado. Sonhar por algo inatingível é frustração. Tudo o que realizei na minha vida foram coisas normais. Estudei, casei, tive filhos, fiz viagens (bem menos do que as que queria), tenho casa própria e ainda estou na ativa no trabalho formal. Tenho o blog superlinda e iniciei a faculdade de jornalista este ano. Algo que não estava nos meus planos, mas que ao ver anunciado num outdoor, o último dia de inscrição para o vestibular pensei: vou fazer. Me formar agora é o meu sonho, perfeitamente realizável.
ML - Acredito que vc goste de conversar. Mas por que vc escolheu 'o silêncio' quando lhe perguntaram em outra entrevista qual a palavra vc gostaria de ser?
RR (Risos) - Esta é a pergunta mais difícil e a que considero mais íntima das que você formulou. Sou de temperamento retraído e dificilmente me abro em confidências com alguém.  Lá no "silêncio" eu guardo tudo o que não quero que saibam de mim. Só consigo expor meus sentimentos de dor, depois que eles estiverem totalmente resolvidos dentro de mim mesma. E aí já não serão mais problemas. Por outro lado penso que há coisas, que nunca sairão de lá.
ML - O organismo de uma mulher (pré-adolescência e pós-adulta) passa por inúmeras modificações. Quais delas lhe tirou do sério? 
RR - Sem dúvida alguma, a menopausa. Não tenho nenhuma dificuldade em pronunciar esta palavra. A transformação física e emocional pela qual passamos durante este período, só é comparado à um tsunami. Não há o que façamos que impeça o aumento do peso, que as gorduras se instalem ou que a cintura engrosse. Temos uma irritação incontrolável e total falta de desejo sexual. Sei que algumas mulheres não podem fazer TRH, mas fazer a reposição hormonal é passar pela menopausa sem sentir que ela existe. 
ML Gostaria de ler sobre sua definição do Amor. Tem definição? 
RR -Tem sim, mas são definições diferentes. Amor por filho que é incondicional e para sempre. Amor por um homem que é igual a paixão. Tenho uma frase que diz: "Mesmo que um dia eu seja feliz ao lado de outra pessoa, o homem da minha vida é você". Quem puder dizer isto para alguém, saberá  o que é amor de verdade (rsrs). E o amor que você tem pela família, amigos, lugares, objetos, que é um amor de intensidade variável.
ML - Existe realmente felicidade quando uma mulher se torna independente financeira, social e de relacionamentos? Será que não falta algo? (Idéia geral, não pessoal). 
RR - 
A felicidade tem de existir. Ser feliz não é ter, é ser. Tem independência financeira, quem paga suas próprias contas ganhando um ou dez salários. Ter felicidade, vai dos seus anseios, expectativas e das frustrações que isto pode lhe causar, caso você não as alcance. A única certeza que tenho hoje é que você não pode colocar sobre outra pessoa a responsabilidade ser feliz.
ML  - Comprovadamente há quem viva com mais saúde, quem tem uma alimentação equilibrada e não tem vícios. Você é disciplinada com relação a isso?

RR - Muito. No meu dia a dia, só "funciono" com disciplina é rotina. Não sou do tipo de vai na academia, ou sai para correr na hora que dá uma folga. Ou eu vou de manhã muito cedo ou não vou. Posso passar um ano sem comer chocolate, mas se abro a caixa, como inteira. A disciplina é objetividade e a rotina faz parte da vida. Equilibre-se entre os dois, que dará certo.
ML - Mulheres que amam demais (tem até um livro interessante com esse título no Brasil) sofrem mais ou são mais completas e felizes? 
RR -
Não conheço este livro, mas já fui olhar para comprar. Sabe que eu não sei dar esta resposta? (Risos) Aquela história do "se chorei ou se sofri o importante é que emoções eu vivi" não faz muito a minha cabeça. Você só é feliz amando e para isto tem que ser correspondida, caso contrário você sofre. Isto falando de relacionamentos. Mas e as mulheres que não tem tem um homem? Essas buscam a felicidade em outras coisas e a encontram em viagens, atividades e amizades.  Mas um relacionamento faz falta sim. Temos necessidades de carícias.
ML - VC fala em seus textos que a mulher deve ser uma grande parceira do companheiro e provoque sentimentos para que a relação continue sempre com autoestima elevada. Vale até quando?

RR - Isso vale tudo o que você sentir que é verdadeiro dentro de si mesmo. Faça tudo na medida exata que recebe. Vale até quando sentir que há reciprocidade. Vale qualquer ato desde que este não fira a sua dignidade. 
ML - Sempre se espera uma dica, um conselho uma palavra amiga de quem a gente tem simpatia. Hoje, vc e seu blog têm dezenas de simpatizantes pelo Brasil e pelo Mundo. O que vc diria para essas pessoas?
RR - 
Certa vez uma amiga me disse: Seja fiel somente aos seus sentimentos. Eu fui e fiz tudo o que achei que deveria ser feito por um grande amor. Não me arrependo inclusive de coisas que deixei da fazer, para estar do seu lado. Isto pode passar a idéia de que eu seja uma pessoa do tipo irreverente, daquelas que joga tudo para o alto e vai em busca do seu sonho. Muito pelo contrário. Sou muito contida e comedida, mas fiel aos meus sentimentos. Não dá para levar a vida inconsequentemente.
ML - O fator religião. De que forma ajuda quando a pessoa está triste?

RR - Sou católica por formação e espírita Kardecista por que ela me acalenta, me abraça e não me julga, mas me responsabiliza pelos meus atos.. Se existe vida após a morte eu não sei, mas a idéia de que temos que evoluir, pregada por Kardec é o que motiva e dá o sentido de continuidade e "ter a vida inteira pela frente".
ML - Vc continua mantendo relação de amizade com amigos e amigas da época de escola. Isso é importante para a convivência social ou novos amigos é que estimulam mais a vida? 
RR - Sim, eu mantenho amizade até hoje com amigas que conheci no colégio e tenho contato, mesmo que só virtual com outros tantos. Relembrar o passado é sadio e revigorante. Mas penso que os novos amigos nos estimulam mais, porque nos forçamos a sair da zona do conforto.
13- Se vc tivesse o poder de mudar o Mundo, qual seria sua primeira atitude a ser tomada?
RR - Cabe nesta resposta todos aqueles clichês, de que deve haver mais amor e paz entre as pessoas para um mundo melhor. E sinceramente não encontrei nenhuma palavra mágica para responder esta pergunta. 

Vês! Viste?... É o sofrimento de um povo que anda de ônibus



Este é o retrato real de um povo que sofre ao ser obrigado a usar o pior sistema de transporte público de uma cidade/capital...
E o nosso prefeito disse, em promessa aos céus, que este problema seria resolvido!
Esta é a cidade de São Luís, com mais de 400 anos!
De HS, direto da Ilha de Upaon-Açu 

domingo, 29 de março de 2015

Sarney pensa que engana


Acordei muito cedo e comecei lendo o artigo do Sarney.

Com mais tempo para escrever, o Sarney sonha... Escreve seus sonhos; mas não conta a verdade por inteiro!... Tenta enganar o povo com uma realidade que não existe, por vezes – ou quase sempre –, invocando grandiosos escritores, poetas, jornalistas de renome.

E o Sarney, em seu artigo deste domingo, revela que "Astolfo Serra escreveu que o mapa do Maranhão era colorido: “as terras, de ouro; as águas de nossos rios, de diamantes”. Essa a visão dos intelectuais, cheios de amor pelo Maranhão, construída com paixão pela cultura, lhe deu projeção e glória. Porém, o outro lado da medalha estampava a amarga realidade do atraso. Foi para acabar com isso que a nossa geração sonhou e juntou a cultura ao desenvolvimento, binômio que iria fazer do Maranhão um dos estados brasileiros de maior futuro.”

Tudo de ouro e diamante!... Que beleza, Sarney! Tuas referências às nossas terras ricas!... Exaltaste os lindos poemas de cada palavra do texto de Astolfo!

Que dirias hoje, tu, em tuas visões deste Maranhão pobre, empobrecido a partir de tua posse, em 1965, como governador do Estado?

Astolfo recitou palavras que falavam da riqueza do nosso solo, de nossos rios, de nossos mares, de nosso povo, da nossa gente...

Mas o Sarney não escreve a verdade quando afirma que “sonhou e juntou a cultura ao desenvolvimento, binômio que iria fazer do Maranhão um dos estados brasileiros de maior futuro.”

Oh, Sarney! Construíste, com a tua turma, um Maranhão mais pobre, com muita gente passando fome. O teu grupo não preparou o Maranhão para o hoje, nem para o futuro do amanhã! O Maranhão era um estado muito rico que teu ciclo empobreceu.

O Maranhão é hoje de algumas famílias ricas e uma multidão de pobres!

A tua excelsa inteligência e tua vasta cultura não encobrem teus pecados nem os isentam; valem menos – e muito menos – que a grandiosa misericórdia de Deus pelo povo pobre da nossa terra!

Citaste Astolfo Serra, mas poderias também ter regressado ao século XVII e  amparado os teus poemas sonhadores na inteligência luminosa do padre francês Yves d'Évreux, cronista que escreveu belas artes dos poucos anos que por cá ficou!... Para ele até o nosso céu era mais belo e magnífico; e as estrelas da nossa terra bem mais brilhantes do que as da França, no seu dizer!

Lágrimas poderiam existir, mas a natureza abundante, rica e bela, as enxugava apontando para um horizonte de futuro bem melhor; tal o tamanho da riqueza do nosso solo.

Muitos cronistas escreveram sobre o solo de Upaon-Açu.

Revelam algumas anotações de historiadores que Claude d'Abbeville teria sido o primeiro (maior) cronista da nossa terra, notadamente naquele período  compreendido entre os séculos XVI e XVII.

Sabes – pois és um estudioso da terra – que ele (o padre Yves d'Évreux) conviveu naquele tempo com o também escritor (cronista) Claude d'Abbeville, e aqui chegaram juntos, na expedição francesa numa nau comandada pelo almirante François de Razilly. Todos falaram e escreveram sobre as coisas boas da nova terra: o Maranhão!

Não me cabe aqui – agora – fazer outras citações nem lembrar a fundação da cidade, arrolar um testemunho de Daniel de La Touche.
Um dia – talvez – escreverei algo com mais informações sobre Yves d'Évreux e Claude d'Abbeville.

No entanto, para encerrar os meus contos de hoje lembro algo que reli ontem (por coincidência ou não) com relação Yves d'Évreux, portanto, antes de ler o artigo do Sarney.

Como estava sem nada para fazer, fui reler “França Equinocial” do professor Mário Meireles e procedi a uma releitura do texto cravado na página 37, onde está uma das belas revelações do padre Yves d'Évreux, sobre o Maranhão: “o clima é são e salubre e que desperta muito apetite..., que suas águas são incorruptíveis..., que é belo e magnífico o céu porque nele há estrelas maiores e brilhantes e mais luzentes do que em França.”

De HS, direto da Ilha de Upaon-Açu 

Ele enxugava as lágrimas do coração

Artigos

Eu & Ela

Escrito por Mhario Lincoln Publicado em Matérias em 28/03/2015

(*) Mhario Lincoln


Mhario Lincoln e Wlad Licnerski (artista paranaense-ilustrador do Guia do Extraordinário Poético no Twitter)

Primeiro Momento:

Por diversas vezes acordei no meio da noite para enxugar as lágrimas do meu coração que insistiam em inundar minha alma triste, dependente prisional de linhas poéticas que fervilhavam dentro de mim.

Coluna do Jersan

Jersan Araújo



DINHEIRO JOGADO FORA


Todos os anos, ha muito tempo, o Governo do Estado celebra convênios com os municípios para a recuperação de estradas vicinais. Os serviços mal executados, materiais utilizados de péssima qualidade e preços superfaturados, sem a necessária fiscalização, bastam duas chuvas fortes para tudo se transformar em verdadeiros lamaçais e buracos. Na época da seca lá estão à poeira e os buracos mais acentuados, de novo.
Ainda existem no Maranhão pacientes (enfermos) sendo transportados da zona rural para hospitais das cidades “carregadas” em redes: uma vergonha que precisa acabar no governo socialista de Flávio Dino. Liberar verbas para a maioria dos municípios sem mandar fiscalizar a sua aplicação é o mesmo que criar galinhas junto às raposas. Em alguns casos que este colunista conhece de perto nem 50% (cinqüenta por cento) das verbas de convênios são aplicados nas obras para as quais foram destinadas. A roubalheira está em todos os lugares.

sábado, 28 de março de 2015

Os filhos que não chegaram

Em enfermo encontrei-o diante dele mesmo, chorando!
O corpo, sem roupa, só um calção velho o vestia;
E ele sentado, numa pedra/mármore, nem sentia as lágrimas que desciam pelo seu rosto, olhando o corpo já sem vida!
Sentia dores, pela ausência dos filhos que não chegavam;
No galho velho,  de um pé de tamarindo, o bem-te-vi cantava, anunciando a noite chegando!
E ele olha em sonhos de tristeza para o cancioneiro bem-te-vi que flauteia uma bela sonata de amor;
A noite chega e o leva; e ele não vê mais o corpo, nem os filhos que tanto esperou!
Ele pede uma rosa; e a noite lhe entrega várias rosas – de muitas cores – e ele as abraça pensando ser os filhos que esperou e não chegaram! 

Técnicos do Banco Central entram em greve na próxima segunda-feira

Os técnicos do Banco Central entram em greve de 30 de março a 3 de abril, justamente na semana em que o BC completa 50 anos. Segundo informações do sindicato da categoria (SinTBacen), o movimento tem apenas o objetivo de expor a insatisfação dos servidores e pressionar o governo a cumprir os acordos assinados (2005, 2008 e 2012), que garantiam a reestruturação da carreira, inclusive com a exigência de nível superior em concursos públicos.

Segundo Willekens Brasil, vice-presidente o SinTBacen, após 10 anos de promessas quebradas, o quadro de pessoal do órgão se assemelha a uma pirâmide envertida: existem 3.863 analistas e apenas 539 técnicos. Ou seja, muitas pessoas com funções especializadas e poucas trabalhando no apoio.

“É também um sério desvio de função. Os analistas, que poderiam estar pensando a política monetária do país, por falta de funcionários, hoje fazem atendimento ao público e até organização de processos”, denunciou. Trata-se, disse, de um desperdício de dinheiro público, pois os salários dos analistas (de R$ 13,5 mil a R$ 21,3 mil) é muito superior ao dos técnicos (de R$ 5,1 mil a R$ 9,7 mil).

Os vira-latas

Eu tinha dois vira-latas, lá pelos meus oito anos de idade: um cachorro e um gato (os primeiros que ganhei - ganhei muitos outros, depois)
O cachorro foi registrado com o nome de lambe-cinza e o gato chamava-se ventania!... Eu até quis chamar lambe-cinza de rompe mato, mas ficou lambe-cinza.
Foram meus amigos... Bons amigos!
Lambe-cinza e ventania eram amados por todos, até pelos vizinhos....
Acho que são eles aí embaixo, que apareceram agora - depois de mais de meio século. Vejam:



O jornalista Mhario Lincoln, filho daqui da minha terra e morador em Curitiba, publica em seu site um artigo de José de Oliveira Ramos, outro amigo meu, com o título VOCÊ CONHECE SEU CÃO?...
Ele escreve sobre os cães de hoje...
Nos dias de hoje, pouca gente adota vira-lata. Os vira-latas estão mais nas ruas..., abandonados!
Vejam agora o artigo do meu amigo José de Oliveira Ramos...

sexta-feira, 27 de março de 2015

Mais porrada pra cima do povo: Aumento nos preços das passagens em São Luís

E o povo de São Luís vai pagar a conta...
A tarifa das passagens do transporte público da cidade vai receber um aumento na base de 16%...
A frota de ônibus não melhorou. O trânsito não melhorou...  O que temos no sistema de transporte público em São Luís, para quem quiser ver, são ônibus velhos que não oferecem conforto nem segurança para a população...
E eles acham que estão certos.... O aumento começa a vigorar no domingo... Ufa!!!
óia tu - aí - o secretário e o prefeito... O secretário tá de camisa amarela e o prefeito na moldura com a faixa!
  

E eles não perguntaram ao povo se o povo pode pagar...
Êta minha São Luís de Upaon-Açu, até quando!!!!!
De HS, direto da Casa Grande...

PF prende presidente da Queiroz Galvão em nova fase da Lava Jato

Da Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta sexta-feira, em mais uma etapa da operação Lava Jato, o acionista e presidente do Conselho de Administração do Grupo Galvão, controlador da empreiteira Galvão Engenharia, Dario de Queiroz Galvão Filho.  Também foi preso Guilherme Esteves de Jesus, considerado pelo Ministério Público Federal como operador dos pagamentos de propina da empresa Sete Brasil, que tem contratos com a Petrobras.

Receita de Pai Uzêda é pó de café e sal grosso

Eu li esse pedacinho de texto numa ampla reportagem da dupla Folha/UOL, agorinha (9 horas da manhã deste dia 27 de março)... A notícia, segundo a fonte, é de ontem.
Pai Uzeda teria mandado uma carta para a presidenta Dilma de como se livrar dos inimigos, principalmente do Eduardo Cunha...  E vou colocar somente esse pedacinho que li na Floha/Uol - hoje.... Vejam: 

"Na carta, Pai Uzêda se propõe a fazer uma "limpeza" para Dilma com defumadores, pó de café e sal grosso. Ele recomenda ainda, que a presidente não coma fora de casa porque seu anjo da guarda estaria desprotegido..."

Êta meu brasil, até quando!!!

De HS, direto da Casa Grande, em Upaon-Açu

A renda do brasileiro encolheu! Tudo caro! Pagamos a conta do rombo que fizeram. Tem 513 deputados, quando deveriam ser no máximo 300. E a Dilma achou um Pai de Santo


A inflação está disparando. Tá tudo muito caro. Imaginem vocês! Até o preço da cebolinha branca foi para as nuvens... Os remédios aumentaram de preço e o nosso salário encolheu... O escândalo do Mensalão foi um horror e a roubalheira do Petrolão assustou o mundo... E o povo vai pagar a conta...
E sabem o que li agora? Não sabem? Não leram?
Apareceu um Pai de Santo, lá em Brasília, querendo proteger a Dilma.
É o babalorixá Pai Uzêda!
Ele foi ao Palácio e disse que a presidenta está sendo perseguida pelo Eduardo Cunha... Essa notícia deu até no Radar Online...
É bem possível que ela agora mude do Pai Lula para Pai Uzêda...
Êta meu Brasil, até quando!!!
De HS, direto da Casa Grande, em Upaon-Açu

Plataformas de gelo da Antártica estão perdendo volume rapidamente

Dados de satélite mostram encolhimento nas últimas duas décadas.
Se ritmo continuar o mesmo, placas poderiam desaparecer em 100 anos.

Agencia EFE

 Foto de arquivo mostra aeronave DC-8, da Nasa, sobrevoando a plataforma de gelo Brunt, em outubro de 2010: observações de satélite revelam declínio das plataformas de gelo da Antártica ao longo dos anos (Foto: Reuters/Michael Studinger/Nasa)
As plataformas de gelo que flutuam ao redor da Antártica estão perdendo volume cada vez mais rapidamente, alertou uma equipe de cientistas em um estudo publicado nesta quinta-feira (26) pela revista "Science".
A pesquisa, feita por especialistas de duas instituições dos Estados Unidos (a Universidade da Califórnia, em San Diego, e o Centro de Pesquisa de Terra e Espaço em Corvallis, no Oregon), ressaltou a preocupação com a rapidez com a elevação do nível global do mar à medida que o clima esquenta.