Busca

sábado, 22 de agosto de 2015

Até em embalagem de cachaça..., vinha propina

Pois é!... A Lava Jato tem revelado coisa que até a gente duvida.
O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa contou aos investigadores da Operação Lava-Jato que os R$ 200 recebidos por ele foram escondidos dentro de uma embalagem na qual se guarda garrafas de cachaça. A informação consta do relatório da Polícia Federal enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira. 

Nenhum comentário: