Busca

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Zé Dirceu ficou calado


O ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, preso na Operação Lava Jato, se manteve calado na sessão da CPI da Petrobras, em Curitiba, nesta segunda-feira. A defesa dele classificou a CPI como “desnecessária” e afirmou que deve  orientar o cliente a também ficar quieto nos depoimentos à Polícia Federal.
José Dirceu chegou a sessão da CPI da Petrobras aparentemente abatido. O ex-ministro foi o primeiro  investigado da Operação Lava Jato – com depoimento marcado – a participar da CPI. Ele ficou o tempo todo ao lado da defesa e avisou que não iria responder às perguntas dos integrantes da comissão.


Nenhum comentário: