Busca

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

DEPUTADO TADEU VENERI APERTOU O PARAFUSO

O deputado Tadeu Veneni, do PT do Paraná, apertou o parafuso e o secretário da fazenda do governo Beto foi direto afirmando que o governo usou parte do orçamento da Assembleia para completar o caixa e cumprir suas obrigações com a folha de pessoal...

Governo pagou aposentados com recursos da Assembleia, dizTadeu..


O governo do Paraná pagou os benefícios dos aposentados e pensionistas com os recursos devolvidos pela Assembleia Legislativa, no ano passado. A revelação foi feita pelo Secretário da Fazenda, Mauro Ricardo, em resposta a questionamento feito pelo deputado Tadeu Veneri (PT) durante a audiência de prestação de contas do governo relativa ao terceiro quadrimestre do ano passado, realizada nesta quarta-feira, 24.
Veneri ainda aguarda resposta a um pedido de informações sobre o valor total repassado pela Assembleia nos últimos quatro anos e a destinação dos recursos.
“O secretário foi direto. O governo usou parte do orçamento da Assembleia para completar o caixa e cumprir suas obrigações com a folha de pessoal. Em 2015, pelo menos, não foi um centavo para os municípios, conforme acreditavam alguns crédulos deputados”, disse Veneri.
O deputado perguntou ainda ao Secretário se o governo tem intenção de propor a redução das dotações para os Poderes na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2016. O secretário disse que estão avaliando a possibilidade. Ele informou que há R$ 940 milhões em sobras para outros Poderes, enquanto faltam recursos para o Executivo.
O deputado também solicitou ao secretário que atenda ao pedido para que forneça aos deputados as senhas de acesso ao sistema de informações financeiras do Estado. De acordo com Veneri, a solicitação foi fundamentada na Lei Complementar Federal 131/2009, que assegura aos membros do Poder Legislativo a prerrogativa de acompanhar em tempo real as informações relacionadas a execução orçamentária e financeira por meios eletrônicos, com a finalidade de desempenhar o papel constitucional de fiscalizar os atos do Poder Executivo.

Nenhum comentário: