Busca

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Bloqueio ‘ilegal’ afeta subsistência de Lula, dizem advogados

Da Veja.com


A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quarta-feira que o bloqueio de bens do petista é ilegal e abusivo. A decisão, proferida pelo juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, reteve 606.727 de reais das contas do petista. Também foram confiscados três imóveis localizados em São Bernardo do Campo, um terreno e dois automóveis.

Em nota, os advogados Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira  Martins afirmam que a decisão de Moro “retira de Lula a disponibilidade de todos os seus bens e valores, prejudicando sua subsistência, assim como a subsistência de sua família”. “É mais uma arbitrariedade dentre tantas outras já cometidas pelo mesmo juízo contra o ex-presidente Lula.”

A defesa reclama que não teve acesso à decisão e tomou conhecimento do seu teor por meio da imprensa. Os advogados dizem que tentarão impugnar o confisco. “A decisão é de 14/07, mas foi mantida em sigilo, sem a possibilidade de acesso pela defesa – que somente dela tomou conhecimento por meio da imprensa, que mais uma vez teve acesso com primazia às decisões daquele juízo.”

Nenhum comentário: