Busca

quarta-feira, 18 de março de 2015

Tadeu Veneri, do PT, cobra explicação do governador Richa sobre prisão de primo


O líder da bancada de Oposição, deputado Tadeu Veneri (PT), disse nesta terça-feira, 17, que o governador Beto Richa (PSDB) deve uma explicação à população do Paraná sobre a prisão de um primo em segundo grau, Luiz Abi, acusado de participação de fraude em licitações irregulares para a contratação de serviços de manutenção de carros oficiais em oficinas do Estado. Abi foi preso na segunda-feira, 16, a partir de investigações do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Londrina nos contratos do Departamento de Transporte Oficial do Estado. Ao todo, foram cumpridos seis mandados de prisão, sendo quatro preventivas e duas temporárias.
“Abi é tido como uma pessoa extremamente próxima ao governador e influente no governo. Os porta-vozes do governador podem até dizer que se trata de um parente distante, mas um parente distante que está muito perto, que aparece inclusive em fotos de compromissos oficiais, ainda que depois sejam apagadas. A população merece uma explicação ”, disse Veneri,  que se surpreende com o silêncio do governador sobre o assunto.

O líder da bancada de Oposição citou que, nos últimos meses, o governo do Estado gastou R$ 11,4 milhões na contratação de serviços de oficina para a frota oficial. Além disso, gastou mais R$ 57 milhões na contratação de uma empresa para gerenciar a frota do Estado. “Temos aí mais de R$ 70 milhões para esses serviços. Não é pouca coisa. Temos que saber de que forma este senhor participava e quem mais estava envolvido nas irregularidades”, disse.

Nenhum comentário: