Busca

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Bilhete ao Generaldino

São Luís, 10 de abril de 2015
Meu caro Generaldino,
Saudações!



Ainda bem que não havia gato!... Pelo menos ninguém afirmou que ali havia um gato..., nem muitos gatos...

Mas, por que ninguém lembrou, mesmo que de repente, da musiquinha  “Onde Está o Dinheiro”?...,  que faz de sua letra uma obra de revolta contra o roubo do dinheiro público?..., Assim:

“Onde está o dinheiro? / O gato comeu, o gato comeu /E ninguém viu / O gato fugiu, o gato fugiu / O seu paradeiro / Está no estrangeiro /Onde está o dinheiro?"

Ninguém lembrou!... Mas, com certeza, tem muito dinheiro no estrangeiro!

Cedo, com esse tempo nublado de Upaon-Açu, li este texto, bem aí abaixo, nas redes sociais, que lembra os ratinhos de ontem. O texto já está compartilhado por várias vezes.

Meu caro Generaldino!... Se o nobre amigo ainda não leu o dito/cujo/texto, ou não o viu, veja-o abaixo e Leia-o bem devagar, como eu fiz no cedinho da manhã de hoje na página do face:

“Certamente vcs ficaram sabendo que soltaram ratos na Câmara, durante a CPI da Petrobras. Assistindo as imagens, era nítido o desespero dos animais. Eles, que não têm nada a ver com a sujeira em que está mergulhada a política brasileira, ficaram ali em pânico em mais um ato onde os animais são desrespeitados pelos humanos. Enquanto os políticos só pensavam em discutir sobre o ato e suas consequências políticas, eis que um deputado se preocupou com as vidas que estavam ali, vitimas de maus tratos e crueldade. Meus parabéns ao Deputado Ricardo Izar que imediatamente foi atrás de medidas para proteger esses animais. Durmo mais tranquila!”. 

Isso diz a nota de quem a escreveu e multiplicou-se, compartilhada várias vezes.

Claro, meu estimado Generaldino, que também não foi o gato o devorador dos bilhões roubados da nossa Pátria, nem foi o partido do gato. Aliás, gato não tem partido: os gatos nunca desviaram o dinheiro do fundo partidário..., e nunca esconderam os milhões do fundo, nem no fundo.  Gato não usa cueca!...   E os ratinhos que soltaram ontem na sala da CPI nunca fizeram isso... Absolvidos estão, pois, o rato e o gato!

Este roubão (roubo grande) contra o Brasil não teve patinhas de ratinhos nem pulo de gato... Foi mão de gente!

De HS, direto da Ilha de Upaon-Açu

Nenhum comentário: