Busca

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Sobre o rompimento do PSDB com Cunha


- Eu tô irritado? Sou uma pessoa de bem com a vida, não sou de me irritar tão fácil. Cada um tem o direito de fazer o que quiser. É uma democracia. Acho que isso é da política — declarou Cunha.
- Se o PSDB gostou ou deixou de gostar (da defesa), é um problema do PSDB. Pelo posicionamento dos seus membros no Conselho de Ética, ele já não tinha gostado antes de eu falar, não vejo uma mudança, para mim está a mesma coisa. Representa dois votos que já não tinha. Já tinha declarado abertamente, continuou o presidente da Câmara Federal.

Nenhum comentário: