Busca

sábado, 13 de agosto de 2016

DIÁRIO DO HÉLCIO

(13/08/2016)




ALMA LIVRE... 


Ontem o Diário não saiu. A alma estava em descanso e não escreveu!

CAÇANDO POKÉMONS...


Mas o assunto da cidade foi a aventura do vereador que foi caçar pokémons na Praça Pedro II... E ele é candidato a vice-prefeito na chapa do Wellington do Curso... São Luís não merece...

DEI UMA VOLTA NA CIDADE...


Fui andar pela cidade na minha folga de ontem e vi o abandono... E o povo sem boas opções para escolher o próximo prefeito... E um candidato a vice caçando pokémons... É duro!

O LUIS FOI BOM VEREADOR...


O Luis (Luis Alves Coelho Rocha), avô do pokémonista, foi um bom vereador em São Luís, tendo sido eleito em 1962 pela então UDN. Realmente, o Luís não chegou a ser um bom governador (foi fraco), mas, como parlamentar (vereador), foi brilhante. Bom tribuno e tinha forte liderança no meio estudantil. 

Defendeu o governo João Goulart, na tribuna da Câmara Municipal, e, por isso, quase chegou a ser cassado pela ditadura... Era um homem de muita coragem!

Hoje, o neto, que é também vereador, tá é longe da vibração e da competência política do seu avô Luis - o Lóia -, que foi eficiente no exercício do parlamento municipal, porém, no cargo de governador do Maranhão, como já afirmei, o vovôzinho foi muito fraco...

O neto parece ser bom é na caçada dos pokémons...  

Rapaz! Você é ainda jovem!... Oi cara!... Vai debater a cidade. Nossa cidade está abandonada... Você é vereador!... 

Vou te fazer algumas perguntas:

Você já propôs algum debate sobre a dívida pública do município? Já questionou a dívida que a Coliseu deixou para a prefeitura? Já cobrou um plano eficiente de Saneamento Básico para o nosso município? Já cobrou uma melhor qualidade no ensino público municipal?  Já cobrou mais eficiência no sistema de Saúde Pública no município?

Cobrar, cara, é fazer discurso duro, cobrar ações de boas gestões para a cidade, fazendo essa cobrança também em praça pública, usar a mídia para defender o povo, procurar o ministério público em defesa da cidade, propor ação na justiça em favor do povo, usar o mandato parlamentar com eficiência.

Politico não pode perder tempo caçando pokémom.

O NOSSO TEMPO...


Ontem, fui à TV Maranhense visitar meu amigo Manoel Ribeiro. Na época em que éramos vereadores, ele era o líder do governo municipal e eu líder da oposição. Havia grandes debates na Câmara. Manoel é hoje o proprietário da TV Maranhense, foi vereador, deputado estadual e presidente da Câmara e também presidente da Assembleia. Relembramos nossa época, bons momentos e os tempos de muitas lutas...

UMA BANCADA PORRETA...


Hoje, aqui sentado e escrevendo, lembro-me de alguns discursos inflamados da nossa bancada de oposição, com eloquência verbal’ de grandes líderes como Ananias Neto, Ana Rita, Aldionor Salgado (saudoso amigo) Cordeiro Filho, Arimateia Viegas, Hilton Rodrigues, Benedito Pires, José Mário Lauande..., tantos outros e eu (também) indo à tribuna todos os dias...

Os Manoéis (principalmente eles) ficavam tontos (os dois) – o Manoel Ribeiro e Manoel Martins – ambos ardorosos defensores do sarneysmo... 

Manoel Martins, meu querido e saudoso amigo, de quem tenho muitas lembranças e saudades!...

Com os debates, ninguém dormia, nem no plenário nem nas galerias! Eram debates inflamados, com grandes temas, inclusive sobre política nacional.

O JUNIOR DE EDIVALDO TEM SORTE...


Se o hoje prefeito da cidade, filho do Edivaldão (que também foi vereador), encontrasse na oposição um quarteto com Ananias Neto, Aldionor Salgado, Ana Rita e o “euzinho” aqui, “tava acuado, na defesa” -  com montes de zagueiros plantados na pequena área...  

Teria que trabalhar mesmo pelo povo... A gente não daria trégua! Tinha que prestar conta de tudo... Prometeu / Não cumpriu / a Câmara entrava forte, com a bancada da oposição pra cima, com a potência de um trem bala...

HOJE É MOLEZA...


Hoje é moleza... O parlamento ficou mais tranquilo... O prefeito navega em boas águas... Águas sem fortes ondas...

ATÉ MAIS VER...


Bom dia, meu Brasil!... Dilma nunca mais!... Até mais ver!...

VOU CONTINUAR COM O DIÁRIO...



A Classificação do Brasil

Bárbara diz o que pensou na hora do pênalti: "não seria justo com a Marta"
Goleira fez duas defesas no Mineirão, sendo a primeira na quinta cobrança da Austrália




Do LanceNet

Enrico Bruno 13/08/2016  02:04 Belo Horizonte (MG)

Tinha tudo para ser um desfecho trágico na noite desta sexta-feira em Belo Horizonte. Com o Mineirão lotado, o Brasil seria eliminado para a Austrália nos pênaltis com direito a cobrança perdida pela craque Marta. Mas não foi bem assim. Abaixo das traves, a goleira Bárbara cresceu diante das adversárias e defendeu os chutes de Katrina Gorry e Alanna Kennedy, garantindo a vitória brasileira por 7 a 6. Responsável direta pela classificação às semifinais, a arqueira comentou o que passou por sua mente no momento das penalidades e disse que pensou em Marta para ganhar forças e não permitir que uma injustiça caísse sobre a seleção feminina.

- Quando a Marta perdeu o pênalti, achei que minha responsabilidade aumentou ainda mais. Eu me cobro muito e gosto de dar o meu melhor sempre em tudo que faço. Quando ela perdeu, pensei que ela não poderia ser injustiçada por causa de uma eliminação. Ela é extraordinária e não poderia ser julgada por causa disso. Pedi forças para Deus e fui muito feliz ao defender – comentou a goleira.

Desde que foi convocada pelo técnico Vadão para a disputa dos jogos, a goleira marcou na pele os anéis olímpicos e a escrita Rio 2016. Adepta das tatuagens e piercings, a goleira não quer parar por aí e sonha em dar o próximo passo.

Quando fui convocada, quis tatuar as Olimpíadas de 2016. Isso foi quando saiu a lista das 18 jogadoras que iriam atuar. Agora, se Deus quiser, ainda vou tatuar uma medalha de ouro no corpo – disse.

Nenhum comentário: