Busca

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Crônica do meio-dia


Hélcio Silva

(14/09/2016)

Tem gente na vida que nunca trabalhou sequer numa fabrica de bombom e vira, ao mesmo tempo, prefeito e poderoso líder de uma bela cidade.
Como nunca foi gerente nem nas “macaúbas”, sequer contador de histórias políticas de épocas da juventude, o moço eleito naquela eleição de 12 dormiu um sono profundo nos dois primeiros anos de sua administração, não havendo colocado, durante todo esse tempo, nem mesmo um prego numa barra de sabão...
Dormiu tanto, nos dois primeiros anos, que acordou levitando, pensando que flutuava...
Pensou, - acho que sim! -, dar um volta de VLT pela cidade, para despertar do sono profundo...
Mas o VLT estava escondido!!!
Alguém!... Oxente!...  Pode haver pensado que a saída para despertar o moço seria levá-lo para um mergulho no rio gangan...
O projeto é o moço continuar príncipe da Grande Ilha por mais quatro anos; mas o sono desejava levar o moço!
Chamaram o visconde - navegador do rio branco -, amigo do José Maria da Silva Paranhos, para que reunisse o conselho a fim de saber o que fazer com o moço que passara dois anos dormindo e já estaria projetando voltar novamente ao sono...
O conselho agiu rapidamente e levou uma proposta ao Rei:
- À sua majestade que determine um tsunami de asfalto na cidade e mobilize um batalhão de guardas, tudo com objetivo de manter o moço acordado.
E assim foi feito... E assim será...

Oxente!

Até mais ver!

Nenhum comentário: