Busca

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Café bacana


Crônica do amanhecer

Hélcio Silva

(02 / 12 / 2016)

Quanto custa um café bacana?

Que entender tenho eu de bacana?

Para o boêmio das ruas, dos bares e das noites de luar, daqueles tempos de boemia, onde todo boêmio queria ser poeta, bacana é o que agrada, o que inspira simpatia, a coisa boa, a coisa linda!

Mas o café bacana, bem traçado, o boêmio não encontra nas ruas, nos bares nem nas noites de luar... O melhor café do poeta/boêmio está na poesia!... Ele o encontra nas melodias do tempo!

Café bacana mesmo é só para os deputados, porque eles não pagam nem o cascalho do pão: o povo paga tudo!

Lá na Câmara Federal tem café bacana!... Tudo no orçamento da República!

Só o cafezinho de suas excelências (os deputados), que consomem 63 toneladas ao ano, custará R$ 689 mil. Isso só de café em pó “categoria superior”: só o pozinho do café!...

E ainda falta o preço (valor) do complemento: manteiga, queijo da melhor qualidade, presunto, requeijão, patê... e mais coisas... O preço vai triplicar...

A gente trabalha pra pagar café bacana pr’eles...Enquanto isso, boa parte da população pobre não tem dinheiro nem para comprar o pão...

Nenhum comentário: