Busca

sexta-feira, 7 de abril de 2017

MENSALÃO MINEIRO: Valério diz que PSDB tinha 'medo' de sua delação premiada

Vez por outra busco fatos novos em outros lugares, fora da ilha...
Hoje parei no Tempo... No Jornal O Tempo... Um bom jornal de BH...
E o que vi por lá?... Leiam:

MENSALÃO MINEIRO

Valério diz que PSDB tinha 'medo' de sua delação premiada

"O medo era do PSDB, do Eduardo, do Aécio. O medo não era meu", disse o empresário durante audiência na Justiça


Do Jornal O Tempo

LUÍZA MUZZI

Ao falar sobre a delação que negocia com a Polícia Federal durante audiência na Justiça mineira, nesta sexta-feira (7), o empresário Marcos Valério chegou a dizer que o senador Aécio Neves, o ex-governador Eduardo Azeredo e o PSDB teriam medo do vazamento das informações sobre o esquema, conhecido como "mensalão tucano", que abasteceu com recursos ilícitos a campanha de reeleição de Azeredo, em 1998. "O medo era do PSDB, do Eduardo, do Aécio. O medo não era meu", disse à juíza.

Segundo ele,  muitas pessoas não queriam que ele fizesse a delação premiada. "Muita gente trabalhou para que eu não fizesse. 'N' manobras foram feitas", disse. Estes argumentos são usados por Valério para convencer a magistrada de que os fatos novos que serão apresentados na delação da PF mudará tudo. Ele, que está preso há quatro anos pela condenação pelo "mensalão petista", chegou a tentar a delação com Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que não sinalizou ter aceitado a proposta em junho do ano passado.

Ele afirma que foi usado para pagar chantagem a Cláudio Mourão (que foi tesoureiro da campanha de Azeredo). "Sei o que era e a PF também sabe. O que o Cláudio ia apresentar acabava com a história do PSDB em Minas. Por isso ele recebeu a grana. Citei essas pessoas antes da delação da Odebrecht", disse durante a audiência. Ele afirmou ainda que o partido teria pagado depois mais dinheiro para calar Mourão.

"Não vou ser bode expiatório de ninguém mais. Tem história cabulosa do porque a Cemig resolveu patrocinar os eventos. A senhora juíza vai ficar escandalizada. Mas o MP não quis que eu trouxesse fatos novos aqui. O lucro dos eventos, dinheiro vivo, foi tudo entregue pra campanha a reeleição do Azeredo", falou Valério. "Isso é pra todo mundo do governo sair preso na cadeia", continuou.

O empresário continuou, afirmando que, quando resolveram "meter a mão" no lucro dos eventos, a agência interveio falando que, então, "vocês patrocinam". "Aí vem a história pra todo mundo ir pra cadeia. Metade do governo da época", garantiu.

Nenhum comentário: