Busca

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Trabalhadores em situação análoga a escravidão são resgatados em Tocantins

Da EBC Radio Agência Nacional


Sete trabalhadores foram resgatados, no Tocantins, em situação semelhante à escravidão na fazenda Pontal, região do município de Arapoema. Um curral era o alojamento das vítimas, inclusive dois adolescentes de 16 e 17 anos.

A operação, iniciada em 28 de março, foi deflagrada após denúncias de pessoas em condições degradantes de trabalho.

As vítimas foram resgatadas e conduzidas à residência de familiares no município.

O proprietário da fazenda não foi localizado. Ele será autuado e chamado a comparecer ao Ministério Público do Trabalho. Uma ação de bloqueio de bens deve ser movida contra ele, segundo o Ministério Público Federal.

O órgão também entrará com denúncia por crimes previstos no Código Penal e no Estatuto da Criança e do Adolescente. O proprietário está sujeito a pena de dois a oito anos de prisão, que pode ser aumentada em 50% por envolver menores de idade, e multa.

Para manter os empregados em situação análoga a de escravo, a fazenda aplicava um sistema de endividamento. Os trabalhadores compravam mantimentos e ferramentas em estabelecimentos indicados pelo proprietário da fazenda, em uma espécie de conta.

No momento em que o trabalhador era chamado a receber o pagamento, o dono da fazenda lhe informava que havia descontado essas despesas.

O Ministério do Trabalho informou que, em dois anos de trabalho, um dos trabalhadores resgatados recebeu um único pagamento de R$ 1.700 reais, correspondente ao trabalho de toda a família.

Nenhum comentário: