Busca

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Coluna “Quintal de Casa”


Por Hélcio Silva

22 de maio de 2017

Bom Dia - Paz na Terra! Não à violência!



O Dia de Mariana...

Mariana - menina/moça - acorda cedo e, percorrendo os cantos da casa, percebe profundo silêncio que a cerca. Não há ninguém na casa. Foram-se todos; nem imagina para onde. Foi ao quintal, e até o vento ainda dorme: não há o canto dos pássaros... Os raios do Sol chegam preguiçosos, como se ainda estivessem dormindo... As nuvens não dançam: paradas no firmamento - em silêncio – nem sorriem... Uma melancolia!...
Mariana vai à cozinha e toma o café da manhã; após, pede aos seus pés que a levem à sala de música e tenta ouvir a sua melodia preferida: The Angels Voice... Queria acalmar a alma. The Angels Voice não tocou: o CD todo riscado, alguém o riscou... Triste, recolhe-se a um canto da casa; quieta, parece dormir: um sono de água morna, que logo acorda!

Encontro com J. Neto...

Ao despertar do sono, Mariana volta ao quintal: tudo em silêncio, ainda profundo... De repente, suavemente de repente, ao longe de muito longe, ouve ela a voz suave de J.Neto - um cantor evangélico: “Quando eu cheguei aqui / Meu Senhor já estava / Quando eu cheguei aqui / Meu Senhor já estava / No meio da Igreja Ele passeava / Quando eu cheguei aqui / Meu Senhor já estava // Um lindo coral de anjos aqui chegou / Vieram acompanhando o meu Senhor / A mesa está posta e não falta nada / Quando eu cheguei aqui / Meu Senhor já estava.../

Um cantar de lá de longe!...

Alegre, saltitante, rodando a saia larga e amarela em danças circulares pelos salões da casa, Mariana dizia-se louvar-se a Deus... Mariana cantava, como se estivesse a cantar mentalmente em dupla com J. Neto, bem de longe, lá de distante; para o mundo ouvir!... Imaginava-se na Igreja, ao lado dos anjos, vendo o Senhor!...

O Canto dos pássaros...

Mariana retorna em sua alma livre que esteve a cantar os cantos do Senhor, na Igreja do Senhor... O quintal de sua casa estava mais alegre e os pássaros a cantar lindos cantos... Aconchega-se próximo a um rouxinol que canta para ela, somente para ela, belas músicas clássicas do céu!

Dia de Santa Rita...

Sorridente, Mariana olha-se ao espelho para ver seu sorriso de felicidade... Vai à folhinha para descobrir o Santo do dia... E grita bem alto como se estivesse alguém a escutar: É Dia de Santa Rita de Cássia!... Dia de Santa Rita!!!...
Santa Rita de Cássia Nasceu na Itália, em Cássia, no ano de 1381. Seu grande desejo era consagrar-se à vida religiosa... Hoje, 22 de maio, é Dia de Santa Rita de Cássia... Santa Rita de Cássia, rogai por nós!

Papa Francisco era perna de pau!...

Deixo Mariana na sua merecida felicidade. Vou ao Vaticano procurar se há alguma festa comemorativa para Santa Rita... Deve haver, mas não achei!... Caminho pelo Vaticano e encontro uma declaração de Francisco: "estava sempre no gol, porque era perna de pau"...
E a notícia vem assim: - Cidade do Vaticano (RV) – Futebol, vocação, máfia e respeito: estes foram alguns dos temas do encontro do Papa Francisco com os paroquianos da paróquia de São Pedro Damião de Acilia, município ao sul de Roma. Na tarde de domingo, o Pontífice deixou o Vaticano para visitar a 15ª paróquia na periferia da capital italiana. Na programação do Papa, constava a celebração da missa, o encontro com as crianças e os jovens, com os assistidos pela Caritas local e com os membros do caminho neocatecumenal... Com as crianças, Francisco recordou os tempos em que jogava futebol, mas era escalado sempre para ficar no gol, pois era «pata dura» (perna de pau).

As travessias com os irmãos

Leio ainda o texto de hoje da Rádio Vaticano: - Depois (Papa Francisco), lembrou as travessias com os irmãos, de se jogar com o guarda-chuva do balcão para brincar de paraquedas. “Meu irmão está vivo por milagre”, afirmou. E falou de sua vocação, quando aos 16 anos sentiu de modo fulminante o chamado para se tornar sacerdote. Por fim, evocou o respeito por todos, mãe, pai, avós, “que fazem tantos sacrifícios”, respeito pelos bons e malvados, inclusive pelos mafiosos... Aos neocatecúmenos, Francisco afirmou que a Igreja não cresce por proselitismo, mas por atração. Depois de confessar quatro paroquianos, o Pontífice abraçou doentes, idosos e pais de crianças batizadas e celebrou a missa, como fizeram Paulo VI em 1972 e João Paulo II em 1988.

Linguagem de doçura...

Em sua homilia improvisada, o Papa falou que a linguagem do cristão é uma linguagem de doçura e respeito. “E isso pode nos ajudar a pensar em como é o nosso comportamento de cristãos: é um comportamento de doçura ou de ira? Ou amargo? É feio ver pessoas que se dizem cristãs, mas são cheias de amarguras.” ... E o Papa contou que, uma vez, um pároco lhe disse que alguns dos paroquianos podiam comungar da porta da Igreja, de tão comprida a língua. Alguns de vocês podem me dizer: ‘mas, padre, sempre o mesmo assunto!’. Mas é a verdade, isso nos destrói. Desculpem se insisto, mas creio que este seja o inimigo que destrói as nossas comunidades: a fofoca”.

Na Casa Santa Marta...

E o que disse o Papa Francisco, ontem, domingo, dia 22 de maio, na Casa Santa Marta?
 - Somente o Espírito Santo nos ensina a dizer: “Jesus é o Senhor”. Foi o que afirmou o Papa Francisco na Missa matutina (22/05) na Casa Santa Marta. O Pontífice destacou que devemos abrir o coração para ouvir o Espírito Santo e, assim, poder testemunhar Jesus Cristo.

Tô Indo...

Todo indo minha gente... Hoje, 22 de maio, apenas um dia diferente, porém, bem melhor: sem lava jato, sem cunha, sem aécio, sem lula, sem sarney, sem lobão, sem collor, sem renan, sem jucá, sem temer, sem JBS, sem dilma, sem odebrecht,  sem geraldão, sem dino, sem beto, sem gleisi, sem serra, sem marta... e sem o resto da turma... Até mais ver! 

Nenhum comentário: