Busca

domingo, 13 de maio de 2018

Dia das Mães - Por Jersan Araújo



Dia das Mães

Jersan Araújo

Hoje, segundo domingo de maio comemora-se o Dia das Mães. Uma data especial que nos remete a vários tipos de sentimentos: saudade para os filhos órfãos, revolta para as mães que perderam filhos para a violência, para a fome ou falta de assistência médica na rede pública de saúde; para a bala perdida ou outros motivos de cunho social. Revolta para os filhos que perderam as mães pelos mesmos motivos. É de comemoração e alegria para quem não sofre angustia, pelo contrário, têm uma vida normal e de sucesso, para aquelas que se sentem privilegiadas, em paz, neste mundo contraditório e discriminatório.
A todas elas nos sentimos com o dever de homenageá-las, com respeito e admiração. Há mães sofrendo, reféns da violência que às vezes começa dentro da própria casa. Há mães realizadas, de bem com a vida por ter família equilibrada, que faz do presente, através da educação um caminho seguro para o futuro. Outros filhos, infelizmente optam pelo caminho do uso e do tráfego de drogas, buscando, assim, a cadeia ou a morte, aguçando o sofrimento de suas genitoras. Mães sofrem!
Mas, hoje é Dia das Mães, dessas heroínas que fazem do lar o refúgio para viver sofrendo ou comemorando a Vida. É um dia especial, comemorativo, apesar da angústia que teima em permanecer no coração de muitas delas, marcadas pelo destino para não serem felizes, a maioria, considerando os filhos que têm e a vida que vive mil razões para comemorar e ser feliz. O mundo é feito de contradições. A humanidade brinda os privilegiados e massacra os sacrificados, instituindo as diferenças e marcando os preconceitos. Isso é lamentável!
Valorizei e amei a minha mãe. Fui educado e paciente. Ela morreu aos 82 anos de idade, feliz porque como ela dizia “graças a Deus meus filhos são ricos de honestidade e de caráter. Nenhum deles (14) enveredou pelo caminho do crime. Que alegria, que felicidade saber que a minha mãe foi digna, humilde, solidária, amada e muito feliz. Está com Deus...
Neste dia especial a coluna deseja a todas as Mães do mundo a resignação e o enfrentamento à vida que levam e que não desistam da companhia de Deus.

Nenhum comentário: