Busca

sexta-feira, 29 de junho de 2018

A zoeira foi grande para as bandas de Caxias

Foi um estrondo que abalou a terra do poeta: uma zoada terremotista – até o rio tremeu!
Agora, passado o temporal, só se ouve o ziziar baixinho de espantados curiosos que não acreditam no que estão a ver!
Os marinhos estão perplexos!... A Roseana ficou em silêncio: dizer o quê?... Não é hora de falar.
Abro a janela do meu quarto e olho de longe; porém, com nitidez, uma publicação, no face, da amiga Kevane Chagas citando um texto de Marcos Monteiro, afirmando que a zoada foi grande, mas não causou estrago...

Eis o texto – com foto – de Marcos Monteiro sobre o caso de Caxias, envolvendo a aliança do prefeito Fábio Gentil com o governador Flávio Dino:

CAXIAS EM DETALHES


Do Blog Repasse Informativo


Poucos fatos políticos repercutiram tanto em Caxias como o desfecho do processo de aproximação do prefeito Fábio Gentil (PRB) e seu grupo do governador Flávio Dino, formalizado segunda-feira, em reunião no Palácio dos Leões, que terminou quando o primeiro, acompanhado de 15 vereadores, caxias declarou apoio ao segundo na sua corrida à reeleição. As reações foram as mais diferentes, a julgar pelo que foi publicado na blogosfera.

O ACORDO

O acordo causou um contido mal-estar no vice-prefeito Paulo Marinho Jr. e no pai dele, o ex-prefeito Paulo Marinho (MDB), mas logo ficou claro que, apesar da grita de alguns integrantes do Grupo Marinho, o fato não afetará, pelo menos por enquanto, a aliança com Fábio Gentil.

GRUPO COUTINHO

Por seu turno, o comando do Grupo Coutinho, hoje liderado pela ex-deputada Cleide Coutinho (PDT), aliada de primeira hora do governador Flávio Dino, manteve reserva, sinalizando também que não vê problema com o apoio do prefeito e seu grupo ao governador.

QUEM GANHOU?

Todos ganham nesse contexto: Flávio Dino reúne agora duas das três correntes que dão as cartas na politica caxiense; Fábio Gentil abriu os portões do Palácio dos Leões para uma relação institucional produtiva; e Cleide Coutinho permanece firme na condição de aliada preferencial na Princesa do Sertão. Nesse jogo de xadrez, que saiu mesmo perdendo politicamente foi a ex-governadora Roseana Sarney vê a banda hoje mais forte do grande grupo que a apoiava tomar rumo oposto ao seu.

Nenhum comentário: