Busca

domingo, 19 de abril de 2015

Coluna do Jersan

A CAMINHO DO CAOS TOTAL


O Brasil enfrenta problemas graves de gestão e de credibilidade. Alta dos juros, dificuldade de acesso ao crédito, inflação subindo, desemprego aumentando, corrupção “pipocando” pra tudo que é lado (só falta detectar fraude nos sorteios das loterias acumuladas), insegurança, crise na saúde e na educação formam um quadro desesperador jamais visto neste país de imensurável riqueza. No âmbito da política as insatisfações são notadas a partir do Congresso Nacional e poderão culminar com a temida ingovernabilidade. 

Diante dessa realidade, ao contrário do que desejaria o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, (PSDB) – o dirigente nacional do partido, senador Aécio Neves articula junto a deputados e senadores, o pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT), estimulado com a última pesquisa indicando que 63% dos brasileiros querem Dilma fora do poder central da República.

A idéia é apresentar o pedido de impeachment ainda neste semestre. Os deputados federais, com os quais Aécio manteve contato nesse sentido, ficaram animados. As conversas com os senadores devem iniciar nos próximos dias. 

TERCEIRIZAÇÃO 

A votação das dezenas de emendas ao projeto de terceirização, que tramita na Câmara dos Deputados, cujo texto básico já foi aprovado, devera acontecer, provavelmente, a partir desta semana, isto se o PT não conseguir novo adiamento.

ESTRADAS

A caótica situação das estradas brasileiras tem chamado a atenção da imprensa nacional. Caminhoneiros e motoristas em geral protestam contra a desatenção do governo em relação, também, a esse grave problema que dificulta o escoamento da produção agrícola, com reflexos negativos na mesa da população urbana brasileira que sofre no bolso, com o aumento nos preços dos produtos oriundos do interior do Brasil. 

NO MARANHÃO

Os deputados estaduais, finalmente, tomaram a decisão de pedir informação ao Dnit sobre a paralisação das obras de duplicação da BR-135, no trecho Estiva\ Bacabeira. Além da suspensão dos trabalhos as empresas responsáveis pela obra estão retirando os equipamentos do local. As informações preliminares dão conta de que o governo federal não está repassando as verbas destinadas à conclusão do projeto. Seria uma “segunda etapa da Refinaria Premium I”, em termos de descaso e irresponsabilidade? 

FLÁVIO DINO

O governador Flávio Dino tem em mãos o mapeamento das estradas maranhenses que precisam, urgentemente, serem construídas ou restauradas. Segundo o secretário de Infra-Estrutura, Clayton Noleto, um amplo programa será posto em prática a partir de junho próximo para proporcionar ao Maranhão a condição de estado trafegável, diferente do de hoje que dificulta a vida de quem o percorre através das rodovias estaduais e federais. A parte dele (do governo estadual) será feita (?). Já a do governo federal não há grandes esperanças...

A estrada Paulo Ramos \ Arame, por exemplo, “obra fantasma” que consumiu milhões de reais que foram “encontrar abrigo” no bolso de corruptos, nos governos da oligarquia, deverá, finalmente, ser construída. A recuperação da MA-014, onde, também, milhões de reais foram empregados nos últimos anos, está no plano de obras importantes do governo atual. Que bom!...

Essas e outras informações, com relação à recuperação da malha viária estadual foram dadas pelo secretário de Infra-Estrutura do Estado, em entrevista concedida ao companheiro Manoel Santos Neto e publicada aqui no JP, edição do último domingo (12 de abril\20015). 

BOATARIA?

Toma corpo nos meios políticos a insatisfação do secretário-chefe da Casa Civil do governador Flávio Dino (PCdoB), Marcelo Tavares (PSB). Comenta-se que a maioria das atribuições do cargo de Tavares esta sendo transferida para a Secretaria de Articulação Política comanda pelo jornalista Marcio Jerry que seria, hoje, o homem mais forte do governo atual. 

Os fortes comentários nesse sentido indicam um suposto pedido de demissão de Marcelo Tavares do então importante cargo de Secretário-Chefe da Casa Civil. Ou tudo não passa de boataria? Esperar o desfecho é o mais prudente.

AUMENTO I

Mais humanitário do que no ano passado, quando o prefeito Edvaldo Holanda Junior concedeu reajuste de míseros 3% aos servidores municipais, este ano o aumento foi de 8%. Mesmo abaixo da inflação registrada no período dos últimos 12 meses, o “faz-me ri” agradou a classe dos servidores. Os professores tiveram 13%, distinguidos, portanto, com 5% acima dos demais funcionários. 

AUMENTO II

E por falar em aumento salarial, o prefeito de São João Batista, Amarildo Pinheiro informou à coluna que vai conceder aumento à classe dos professores do município, na ordem de 13%, acrescentando que os educadores, sem esse reajuste, já percebem salários acima do piso nacional, definido pelo governo federal. Observa-se, portanto que os gestores estaduais e municipais estão mais atentos aos problemas do funcionalismo público do que a presidenta Dilma que acaba de anunciar um reajuste pouco animador, para o Salário Mínimo, a partir de janeiro do próximo ano. 

FALECIMENTO I

O colunista registra, com pesar, o falecimento da senhora Teresa Cavalcante que era esposa do amigo e companheiro Ademário Cavalcante que atuou como competente jornalista (articulista e repórter) neste matutino e como correspondente de jornais de circulação nacional. Ao amigo Ademário e filhos os mais sinceros pêsames deste colunista e família. E que Deus os abençoe. 

FALECIMENTO II


 Registramos, também com pesar, aqui em São João Batista, o falecimento de Dona Creusa Araújo (Dodona) filha de José Maria de Araujo (de saudosa memória), advogado provisionado, líder político e deputado estadual nas décadas de 50\60. À família, votos de profundo pesar.

Nenhum comentário: