Busca

segunda-feira, 18 de maio de 2015

NO MARANHÃO, A CRIMINALIDADE CONTINUA SEM CONTROLE. E MAIS UM POLICIAL MILITAR É ASSASSINADO, EM SÃO LUÍS, EM MENOS DE 20 DIAS.

Por Francisco Melo da Silva (Coronel Melo)


Não tem como esconder que a criminalidade no Maranhão continua crescente e descontrolada. Por mais que o governo tenta mostrar que a criminalidade vem diminuindo, os fatos ocorridos e os números registrados dizem exatamente o contrário, pois contra fatos não existem argumentos.
Há exatos 17 dias, um Sargento da Polícia Militar do Maranhão, quando de forma heroica, fazendo valer o juramento que fez de defender a sociedade, mesmo com o risco da própria vida, tentou evitar um assalto, e foi covardemente assassinado.
Na madrugada deste domingo, dia 17 de maio de 2015, o tenente Ramos, também, foi brutalmente assassinado, sem detalhes das motivações do crime, o fato aconteceu quando o oficial pedia para retirarem um carro que estava obstruindo a passagem de seu carro, o que é um absurdo. Mas os homicídios estão banalizados, diuturnamente eles vêm ocorrendo, sem escolha de suas vítimas pelos assassinos. Nesta criminalidade descontrolada, todos estão expostos e sujeitos às ações dos delinquentes.  Adolescentes, jovens, adultos, empresários, políticos, policiais, enfim, ninguém fica imune. Como dizem: Se o bandido não respeita nem a polícia, vai respeitar quem?

Citamos os homicídios, por ser considerado pelos especialistas no assunto, como o carro chefe, o tipo indicador de crescimento da criminalidade. Mas, no Maranhão, a criminalidade atinge outras  modalidades de crimes. Explosão de caixas eletrônicos, roubos, furtos e outros tipos penais, vêm ocorrendo com frequência. Temos informações de que nestes 4 primeiros meses deste ano, já foram registrados 209 roubos a coletivos, sendo que durante o ano passado foram registrados 400 casos de roubos a coletivos, isto só na Ilha de São Luís.
Diante dos fatos, entendemos que o governador precisa rever sua política criminal no campo da Segurança Pública, que trabalha as estratégias e meios de controle social da criminalidade. A propósito, será, também, um bom momento e motivo para o governador estender as gratificações de insalubridade e adicional noturno aos policiais e bombeiros militares, já que vai pagar, a partir deste mês, para os policiais civis, pois nas atividades desenvolvidas pelos policiais militares, certamente, o risco é bem maior, quando são identificados ostensivamente nas ruas.  Avante! Avante! Maranhão.

Francisco Melo da Silva, coronel da reserva da Polícia Militar do Maranhão  e advogado.


Nenhum comentário: