Busca

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Cássio Cunha Lima pede a Dilma 'gesto de grandeza'



O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) afirmou nesta segunda-feira (17) que a presidente Dilma Rousseff deveria fazer um “gesto de grandeza” e renunciar, para que o Brasil possa vencer a crise. O senador reforçou que as manifestações de domingo revelaram o sentimento de mudança do povo brasileiro e que só um governo deslocado da realidade não iria compreender esse recado.
Para Cássio, a falta de credibilidade do governo é um obstáculo quase intransponível para o país sair da crise. Segundo o senador, enquanto a presidente Dilma e o PT estiverem à frente do governo o país estará condenado a conviver com as dificuldades.
Cássio Cunha Lima citou uma denúncia feita pela imprensa nesta semana de que a presidente teria participado das chamadas pedaladas fiscais, que serão julgadas pelo Tribunal de Contas da União nos próximos dias. Se comprovada, a denúncia pode se caracterizar como crime de responsabilidade e abrir uma chance para que o país tenha novas eleições gerais.
– O que nós queremos é encurtar o tempo de crise. E a forma mais eficaz, mais rápida, para o encurtamento deste tempo de crise seria um gesto de grandeza por parte da presidente da República, com a renúncia de seu mandato, para que nós pudéssemos ter um novo governo legitimado e com a credibilidade necessária para fazer a concertação que o país precisa.
Cassio Cunha Lima disse ainda que não adianta a presidente afirmar que não tinha conhecimento dos esquemas de corrupção dentro do governo porque sua palavra perdeu credibilidade depois que ela enganou a população durante as eleições ao afirmar que não havia crise econômica.
Da Agência Senado

Nenhum comentário: