Busca

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Com quem ele vai ficar?

O zé nunca fica só... Isso é a opinião de muitos daqueles que fazem política no Maranhão. Como bom aluno do Sarney, ele é, principalmente hoje, um estrategista das grandes guerras políticas. Ele sabe ser amigo quando for preciso, inimigo quando for necessário!... Mas hoje?!... Para aonde está indo o zé?...
Quem - até o mais sábio (por exemplo) - sabe realmente dizer o destino do zé?

Permanecerá aliado ao PCdoB, dando seu total apoio ao governador Flávio Dino?
Duvido!
Aposto uma cesta de três, se o zé ficar com o Dino...
Sabem por quê?
Ele não aguenta mais o Márcio Jerry... Aliás, muita gente no Governo vai romper com o Dr. Flávio por causa do Jerry?
Alguém poderá perguntar o que "ki" em tenho com isso.. Ora bolas!: Sou eleitor de São Luís, filiado a um partido político e doidinho pra disputar uma vaga em 2018 para a Assembleia Legislativa e enfrentar na tribuna o pastor Edivaldão... E fazer uma oposição verdadeira! 

VAI FAZER ALIANÇA COM O ROBERTO?...


Será que fica com Roberto?
Eles estão juntos - dizem os entusiasmados!
Porém, nem tudo que tá junto é aliado. Às vezes os políticos ficam juntos pra brigar... Brigar por espaço, por poder, por chances de mandar e comandar... Por vezes para detonar o cara que tá pertinho...
E o zé é muito inteligente... Estrategista!...
E o Roberto?
Aprendeu muita coisa com o pai...  O Luiz nunca entrou por porta fechada: esperava a porta abrir... Era um sertanejo valente que sabia a hora certa...
O zé conheceu bem o Luiz... E agora está conhecendo o Roberto...
Não acredito muito na caminhada dos dois - unidos - nesta eleição de 2016 nem na de 2018... Aposto uma cesta de três!

E COM O SARNEY?

E para a academia do Sarney, ele volta?
Aposto uma cesta de três!
Ele volta!
O zé já começou o retorno... Aquele artigo do PACTO funcionou como uma alavanca...
O zé sempre foi estudioso. Fez engenharia e não esqueceu os ensinamentos dos mestres: Ele se afasta mas nunca esquece, armazena o que aprendeu... 
E lembra muito bem aquele princípio “Deem-me um ponto de apoio e levantarei o mundo”.
Com apenas uma chave de fenda e um ponto de apoio, muito se pode fazer..., principalmente em política... E até, abrir-se uma porta para um retorno ao principado de Curupu...

Nenhum comentário: