Busca

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Poesia de Maria Antonieta

A FELICIDADE

Passou a vida procurando
algo rico e grandioso
gastou seu tempo buscando 
ávido e ansioso
sem saber que a felicidade genuína
era aquela flor pequenina
que à beira do caminho avistou
colheu e desprezou.

Maria Antonieta Camargo Amarante
Formada em Letras Português/Inglês - Universidade Federal do Paraná. Graduada em Língua Inglesa pelo Centro Cultural Brasil-Estados Unidos.

Nenhum comentário: