Busca

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Richa determina apuração de abuso de autoridade na Polícia Militar


O governador Beto Richa determinou nesta terça-feira (18) a abertura de inquérito na Polícia Militar para apurar se houve abuso de autoridade na abordagem e detenção do palhaço Tico Bonito (Leonides Taborda Quadra), em Cascavel, na última sexta-feira (14). Segundo relatos recebidos pelo governador, o palhaço foi detido quando fazia uma apresentação em uma praça da cidade e teria dito que a PM “só protege burguês e o Beto Richa”. Uma equipe de policiais que passava pelo local considerou a referência um desacato à PM.
“Defendo a liberdade de expressão e não vejo nessa afirmação qualquer sentido de desacato”, afirma o governador Beto Richa. “Quero uma apuração transparente e sensata do ocorrido. A PM tem sido muito importante para a melhoria da segurança pública dos paranaenses e um fato lamentável como esse não pode desviar o foco dos policiais, que é o policiamento preventivo e comunitário”.
A ordem para a apuração do fato foi transmitida diretamente ao comandante geral da PM, coronel Maurício Tortato. “O direito de opinião e crítica deve ser respeitado, ainda que a pessoa não tenha razão”, defende Richa. Após o registro da ocorrência, o palhaço foi liberado.

Nenhum comentário: