Busca

sábado, 1 de outubro de 2016

Esqueceram da Água


Crônica do amanhecer

Hélcio Silva

(01/10/2016)

Perdi a chave do baú onde guardo algumas anotações importantes que fazem parte do meu di/a/dia político. Chamei o chaveiro e o baúzão foi aberto.

O meu baú tem cobertura forte de bom material e enfeitado de botões de metais pregados, que brilham!... Uma beleza rara que lembra o século 19...

Cisquei com meus dez dedos os papéis espalhados já no chão. Ciscando, eu parecia um galo de briga em busca de um duelo. Mas, o que eu desejava mesmo era encontrar algo importante: uma novidade...

Finalmente! Ufa! Encontrei...

E encontrei um texto que citava a preocupação de João Castelo - então prefeito de São Luís - sobre os serviços de abastecimento de água potável e esgotamento sanitário.

Um assunto sério e grave!

E a notícia, datada de 21 de julho de 2012, dizia:

“O prefeito de São Luís, João Castelo, anunciou que a Prefeitura poderá suspender a concessão dada ao Governo do Maranhão de exploração dos serviços de abastecimento de água potável e esgotamento sanitário. A precariedade nos serviços de fornecimento de água e a contaminação das praias por bactérias estão, segundo Castelo, provocando danos irreparáveis à qualidade de vida da população”.

Fiquei a imaginar... Pensar com profundidade... Meditei... Fui ao éter do cosmo... Procurei Arcanjos, Anjos, Espíritos de luz e até Espíritos sem luz...

Eu queria uma resposta à minha pergunta que correu pelo Universo:

Por que os nossos atuais candidatos à Prefeitura de São Luís e também nossos candidatos à Câmara Municipal, nesta eleição de 2016 (eleição de amanhã), não trataram, com profundidade, do citado tema em seus debates e campanhas?

Não é só falar da falta de água ou do esgotamento sanitário... É conhecer o problema. É estudar o assunto. Aprofundar-se no tema... Levar este tema ao debate com o conjunto da sociedade. Quem fez isso?

E não venham com essa conversa mole de lavar as mãos e dizer que o problema é só da Caema.

Isso é responsabilidade da Administração Municipal...

Não sabem? Então que estudem a legislação...

E só faço um lembrete ao eleito ou à eleita (também à Caema): a crise hídrica em São Luís vai se agravar...

E ao eleito ou à eleita faço ainda um desesperado apelo: mostre ao povo, em no máximo 30 dias após a posse, a real situação financeira do município de São Luís, incluindo o tamanho da dívida.

Tenho dito e assino!

Um abraço e um bom dia aos meus amigos e amigas...

Até mais ver!

Nenhum comentário: