Busca

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

O reino da mentira


Crônica do amanhecer

(17/10/2016)

Bom dia,

A ilha ferve!  O ódio político tomou conta da campanha: tudo pelo poder - é o vale tudo!
É crime, crime grave e vai para o inferno quem foi secretário na administração castelista... Neste caso, como os dois lados passaram pelo Castelo e levando-se em consideração a versão política colocada, estão todos com validade de visto para o reino de satã... Vai faltar rede pra tanta gente!..., na Casa dos Demônios...
E o escudo sarneyista? Hoje ninguém quer colocar no peito; mas, lembrando a história que não mente, muitos dos dois lados passaram por lá usando o distintivo do coronel e lutando por ele como se ele fosse o Rei dos Reis...
E o Sarney, com ares mais educados que o terrível Vitorino, reunia sob a sua batuta os crentes batistas, os católicos, os demais espiritualistas e até os não espiritualistas, todos passando pelo batismo do monarca de Curupu..., antes da entrada no reino!
Juramento feito, todos obedeciam ao Rei José... A história não mente!...
Aliás, é bom lembrar: Ontem, Sarney era o Deus deles; hoje, é o satanás ainda com cheiro de enxofre...
Enquanto isso, a cidade geme, dolorida pelo descaso, pelo abandono: uma cidade sem governo, sem gestor público eficiente.
O administrador/prefeito de hoje não cuida da cidade, não é aquele prefeito esperado em quem muitos votaram embalados pelo sonho da esperança.  
E, nesta eleição, a mentira apareceu muito viva como rainha da cocada a distribuir o seu açúcar venenoso querendo mudar o rumo da nossa história. Nunca assistimos a um desfile de tanta mentira!

Bom dia meus amigos e minhas amigas...

Até mais ver!

Nenhum comentário: