Busca

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Quem vai salvar República?

Onde está o espírito Republicano?

Quanto tempo o Brasil vem sendo sangrado por maus brasileiros com o punhal da corrupção?

Agora mesmo, antes das 19 horas, dou uma mirada nos sites políticos. Parei  no 247 e vi estes dois textos..., com as  devidas imagens:

01 -

RENAN: PROPOSTAS DE DALLAGNOL SÓ SERIAM ACEITAS EM REGIME FASCISTA


“Propostas como informante do bem, validação de provas ilícitas e teste de integridade só seriam aceitas em um regime fascista”, afirmou o presidente do Congresso Nacional, Renan Calheiros (PMDB-AL); “O pacote não poderia ter sido aprovado assim, a menos que fosse um estado de exceção. Não poderia ter tido outro tratamento, o pacote estava fadado a receber o tratamento que recebeu”, declarou Renan; nesta tarde, integrantes do Ministério Público ameaçaram renunciar à força-tarefa da Lava Jato se o projeto vier a ser sancionado por Michel Temer; o procurador-geral, Rodrigo Janot, também reagiu, dizendo que as "10 medidas contra a corrupção não existem mais"

02 -

DE DALLAGNOL PARA TEMER E JUCÁ: O OBJETIVO É ESTANCAR A SANGRIA DA LAVA JATO


Ao se pronunciar, nesta tarde, sobre a reação do Congresso Nacional às "10 medidas contra a corrupção", o procurador Deltan Dallagnol, que coordena a força-tarefa da Lava Jato, mandou um recado indireto para o governo Temer; "O objetivo é estancar a sangria", disse ele, referindo-se à frase dita pelo senador Romero Jucá (PMDB-RR), líder do governo Temer, num grampo com Sergio Machado; Jucá dizia ser necessário derrubar a presidente Dilma Rousseff e colocar Michel Temer em seu lugar para frear a Operação Lava Jato.

Nenhum comentário: