Busca

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Curitiba ganha prêmio internacional de sustentabilidade pelo programa Agricultura Urbana


O programa Agricultura Urbana, da Prefeitura de Curitiba, venceu o prêmio C40 Cities Awards 2016, na categoria Cidades Sustentáveis. O prêmio foi entregue na noite de quinta-feira (1), na Cidade do México, ao prefeito Gustavo Fruet. O programa de Curitiba – que concorreu com 160 projetos, de 75 cidades, entre as quais Toronto (Canadá), Cidade do Cabo (África do Sul) e Auckland (Nova Zelândia) – foi reconhecido por sua contribuição para a redução da emissão de gases do efeito estufa, a partir de práticas sustentáveis.

A premiação é promovida a cada dois anos pelo C40, grupo que reúne mais de 40 prefeitos de todo o mundo comprometidos com o combate às mudanças climáticas e a criação de centros urbanos sustentáveis e com melhor qualidade de vida para seus habitantes.

“Os projetos vencedores servem como inspiração para outras cidades e demonstram que há grandes progressos em todos os continentes. Eles revelam como as cidades podem ajudar o mundo a alcançar os ambiciosos objetivos estabelecidos há um ano na COP 21, em Paris”, afirmou Michael Bloomberg, presidente do Comitê para o Mayors Challenge 2016 na América Latina e no Caribe e enviado especial do Secretariado Geral da ONU para Cidades e Mudanças Climáticas.

Ao receber a premiação, o prefeito Gustavo Fruet enfatizou que, ao longo dos últimos quatro anos, sua gestão buscou aplicar soluções mais eficazes, sustentáveis e justas para os problemas do Município em todas as áreas de atuação. “Foi esse olhar que procuramos imprimir em todas as áreas da gestão, desde as pastas de Assistência Social e Educação, até as secretarias de Meio Ambiente e Abastecimento”, afirmou.

O secretário municipal do Abastecimento, Marcelo Munaretto, também presente na cerimônia, destacou que “o prêmio representa que estamos no caminho certo, com a aplicação de programas sustentáveis e com visão de futuro”. “Depois de passar por um processo de inovação, o programa aumentou seu papel educativo e de conscientização ambiental, cada vez mais integrado a outras secretarias afins, com intersetorialidade”, disse Munaretto.

Agricultura Urbana

O programa vencedor integra um conjunto de ações que resultam na redução das emissões de gases de efeito estufa. “O Agricultura Urbana já resulta em redução das emissões de CO2, quer diretamente, por meio do sequestro de carbono no solo e nas plantas, ou indiretamente, pela redução de “ilhas de calor”, menores distâncias de transporte de alimentos, pela compostagem de resíduos orgânicos e pela conscientização ambiental”, afirma o engenheiro agrônomo Rodolfo Brasil Queiroz, responsável pelo programa de Agricultura Urbana pela Secretaria Municipal do Abastecimento.

Hortas Comunitárias, Nosso Quintal e Projeto Compostagem integram as práticas da Unidade de Agricultura Urbana de Curitiba, entre outras ações educativas promovidas ao longo de todo o ano. O desenvolvimento desse conjunto de ações atinge mais de 20 mil habitantes anualmente e tem impacto direto na redução dos riscos de inundações, por manter a permeabilidade do solo.

Pelo Programa Lavoura, onde estão inseridas as hortas comunitárias, são fornecidos aos participantes todos os insumos (sementes, mudas, adubo orgânico e corretivo de solo) necessários para o cultivo, além de assistência técnica permanente. Em 2016, o projeto contou com 30 hortas comunitárias, subdivididas em 799 áreas cultivadas por mais de 3 mil pessoas. Somado ao projeto Nosso Quintal, totaliza uma área cultivada de 67 hectares.   

Agenda

Durante a viagem ao México para participar da Cúpula de Prefeitos C40, Fruet esteve com o diretor executivo da organização, Mark Watts, que elogiou o papel de liderança do prefeito de Curitiba entre o grupo nos últimos anos. Também foi feita uma avaliação dos quatro anos de parceria com o C40 e os cuidados a serem adotados para que este trabalho não se perca na transição para a nova gestão.

O prefeito também apresentou o debate com o tema "Cidades Compactas, Conectadas e Resilientes: Planejando a Cidade do Futuro” aos líderes e especialistas presentes no evento.

A comitiva curitibana viajou a convite dos organizadores e teve todas as despesas com passagens, hospedagem e alimentação pagas pelo evento.

Nenhum comentário: