Busca

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

QUE TRISTEZA, RENAN


MIRNA PORTO

Vai longe o tempo que nos conhecemos.

No DCE da Ufal, nos anos 70, o jovem cheio de garra e esperança. Cabelos cacheados, voz firme e toda vontade de mudar o mundo. Desse tempo éramos Enio Lins, Aldo Rebelo, Ticianeli, Thais Normande, Eliane Le Brun, Mario Agra... dentre tantos corajosos da época. Estive em sua primeira campanha a deputado estadual, e lembro das pichações nos muros de uma Maceió tão diferente..

A vibração da vitória. Nossas alegrias.

Seus discursos contra os abusos da ditadura...

Pizzaria Sorriso era nosso "escritório".

A Praça Sinimbu nossa arena.

Depois os tempos da Garça, em sua primeira casa de varandas e coqueiros e a linda Verônica grávida de Renanzinho. Nesse tempo, nem a Midô, boate da época, você ia, preocupado com a "incompatibilidade dos atos..". E a vida seguiu.

Eleito deputado Federal, foi nosso orgulho. Coerente e guerreiro, fez de sua casa a casa dos alagoanos em Brasília. Sua inteligência e integridade o fizeram. Estivemos juntos na Anistia. Nas Diretas. Na tristeza da morte de Tancredo. Na derrota à prefeitura de Maceió. E na alegria da vítoria do  Collor.  Vi você sair da liderança do governo por não concordar com os esquemas do Presidente. Estivemos juntos mais que nunca. Você e Cláudio sofreram o ostracismo da rebeldia. Foram dias difíceis e tristes. Logo depois, a traição/vingança Collor na campanha a Governador e a inconcebível derrota. A falta de grana, o desemprego. As dívidas. A angústia...

Nas areias da Garça, olhando o mar, você nos falou do convite de Sarney para a Petroquisa. E lá se foi você...

Depois o Senado. E o Ministério da Justiça... e o Senado... e a Presidência do Senado... e ficamos vizinhos tantos anos. Mas já não era o nosso Renan.  Sarney não fez bem a você . 

Ou terá sido a dura realidade?

O que aconteceu com o nosso guerreiro... Escândalos, o apoio ao PT, as promessas não cumpridas e o povo, que percebeu que sua inteligência estava sendo usada de modo errado.   Alianças espúrias. E nas esquinas começaram a dizer que o "rei estava nu" .

Sua brilhante trajetória entraria para história. Mas, sinceramente, meu antigo amigo, agora só me resta lamentar, profundamente, que a sua tão bela saga tenha tomado tão estranho rumo.

Tenha feito de você essa insólita fera.

Que tristeza, Renan. Que tristeza...

Nenhum comentário: