Busca

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Poema de Gláucia Campos



E a poetisa sonha!

E a emoção contida. . .
De um só esperar
de um coração inquieto
que só bate por você!
Não importa
quanto tempo!
O que importa
É o esperar para o amar. . .
E se espera. . .
No dia que termina,
na noite que vai surgindo
como um manto prateado!
Com o brilhar da lua
e o cintilar das estrelas!
E a poetisa vai recolhendo
seus sonhos
em sua ilusão
em seus idílios
E vai escrevendo
suas estrofes de amor
dentro de sua alma. . .
Envolve-se só no desejo de amar!
Do ir em busca
de sua alma gêmea.
Extravazar toda a magia do amor. .
Descortinar de toda sua beleza!
Amar esse amor!
Reviver. . . Cenas milenares
De uma outra vida
de sonhos coloridos de afetos!

Gláucia Campos
Boa noite amigos! Eterno sonhar!


Um comentário:

Glauciamata@hotmail.com disse...

Obrigado por participar de seu blog!