Busca

sábado, 21 de janeiro de 2017

Um Poema de Rubim



E eu abri, ainda no início da tarde, as cortinas do face e vi a nota de bom final de semana em que o amigo Manoel Rubim da Silva, poeta e escritor maranhense, deseja a todos os seus amigos e amigas... Um belo poema...um belo poema de chuva!:

Eis a nota e o poema de Rubim:

Bom final de semana para todos, amigas e amigos, do Facebook, com um Poema / Versos, com o título "Um Presente da Natureza", ao contemplar esta manhã de sábado, que amanheceu com um forte sol, e depois chuva, depois sol, depois chuva, e agora sol.

POEMA: UM PRESENTE DA NATUREZA

Contemplo, hoje, chuvas que vêm e voltam/
Indecisas estão a se comportar/
Molho e irrigo o chão? /
Lavando, também, os espíritos? /
Ou seria a vez do sol, chega a se questionar/

Para que os pássaros saiam dos ninhos/
Batendo as asas, mais leves/
Deleitando-nos com os seus cantos/
Quero vê-los voar, fazendo piruetas/
Para tanto, o jardim da minha vida vou franquear/

Almejo, todavia, ver a chuva caindo/
Com o sol a pino/
Pássaros cantando/
O verde augurando e tremulando/
O belo azul do mar a imperar/
Sobre as mazelas de um Mundo/
Que não se cansa de odiar/
Para logo depois, copiosamente chorar/

A natureza teria limites? /
Chego a me indagar/
Para que os meus devaneios venham a se concretizar/
Porém, os versos, ou mesmo poemas/
Podem ir além, pois são ilimitados/
Sempre vislumbrando anelos/
Que talvez não venham a se concretizar/

Resta, todavia, a esperança/
De que nalgum dia, este Mundo/
Venha, sim, novos caminhos trilhar/
Deixando de prevalecer o ódio/
Em nome da harmonia/

Aí, sim, chuvas, sol, verdes das árvores/
Mar azul ondulando, passarinhos cantando/
Nuvens leves e alegres trilhando/
Tudo ao mesmo tempo/
Como um presente da natureza/
Haveremos essa quimera de contemplar/

Autor: Manoel Rubim da Silva
Em 21/01/2017


Nenhum comentário: