Busca

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Coluna “Quintal de Casa”


Por Hélcio Silva

17 de maio de 2017

Bom Dia - Paz na Terra! Não à violência!



Como ele conseguiu roubar tanto?

É espantoso! Era um criminoso contra o Rio, que, durante dois mandatos de governador, deixou o Estado quebrado. Onde estavam os deputados da oposição? Onde estava o Ministério Público? Já é réu em oito processos. O ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral foi posto pela oitava vez no banco dos réus. Ontem, terça-feira, o juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, aceitou denúncia do Ministério Público Federal contra Cabral e outras seis pessoas, acusadas pelos crimes de corrupção passiva, corrupção ativa e organização criminosa. Os crimes, que teriam envolvido 16,2 milhões de reais, foram cometidos na Secretaria estadual de Saúde fluminense, especialmente em contratos do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), entre os anos de 2007 e 2014, durante os dois mandatos do peemedebista à frente do Palácio Guanabara.

E o crime foi contra a Saúde...

Uma parada! Uma reflexão!... Onde estamos?... Nesta denúncia é um crime perverso contra a saúde do povo. Crime este patrocinado pelo próprio governador, que comandava a quadrilha... 

E até o secretário de Saúde roubou!

Além de Sérgio Cabral, tornaram-se réus o ex-secretário de Saúde Sérgio Côrtes, o ex-subsecretário da pasta, César Romero, os ex-assessores de Cabral, Carlos Miranda e Carlos Bezerra e os empresários Miguel Iskin e Gustavo Estellita. Todos foram presos em abril, quando a Polícia Federal deflagrou a Operação Fatura Exposta. Cabral, Miranda e Bezerra já haviam sido presos em outubro de 2016, na Operação Calicute, e enviados ao presídio de Bangu 8, na Zona Oeste carioca

Odebrecht montou plano de fuga...

O roubo estava grande. Durante o aperto contra a corrupção, sabe-se agora que a
Odebrecht montou um plano de fuga para seus executivos. Não deu certo.

Seria uma fuga imediata...

Segundo texto do Estadão, que acabo de ler. - “em meados de 2014, pouco antes de julho, houve a decisão definitiva de Marcelo Odebrecht para que todas as pessoas envolvidas no Setor de Operações Estruturadas saíssem do Brasil". A ordem foi dada para que a fuga fosse "imediata" e elaborada numa reunião entre Odebrecht, Miggliaccio, Hilberto Silva e outros executivos que não tinham relação com o setor.

Instituto Lula tá de volta...

O desembargador federal Néviton Guedes, do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região (TRF-1), decidiu ontem, terça-feira, revogar a suspensão das atividades do Instituto Lula, localizado em São Paulo.

Julgamento de Dilma e Temer...

E o Temer pode ser cassado... E a Dilma sem direitos políticos por oito anos: não poderá ser candidata, se condenada. O julgamento que, realmente pode cassar Temer, foi marcado para 6 de junho. É só aguardar.

Doria é candidato ou não é?

"Eram oito jornalistas da Bloomberg. Eles me indagaram se, numa hipótese, circunstância futura, havendo prévias no PSDB, na circunstância de eu me apresentar, desde que com o apoio do governador Geraldo Alckmin, se eu aceitaria participar desta prévia. Eu disse: nessas circunstâncias, por que não?", afirmou o prefeito Doria aos jornalistas após cerimônia em que recebeu o prêmio de Homem do Ano da Brazilian-American Chamber of Commerce.

Porém não é bem assim...

Mas, apesar da alusão à possibilidade de participar de prévias, Doria voltou a negar que tenha o Planalto como objetivo. "Isso não implica, não significa que eu seja candidato à Presidência da República e nem seja postulante à Presidência da República. O que eu faço e continuo a fazer é ser prefeito da cidade de São Paulo” – afirmou o prefeito de São Paulo.

Mas azedou a rapadura...

Quem já provou rapadura azeda? Dirão: isto não existe... Mas em política existe. O Doria, depois de toda essa rapadurada em Nova York sobre o conteúdo da entrevista à Bloomberg em conversa com Alckmin, que também está em Nova York e tem a intenção declarada de disputar a Presidência pelo PSDB em 2018. E o Dória falou: "Eu disse: governador, oito jornalistas me entrevistando é um time de futebol. Um contra oito jornalistas. Ele deu risada", afirmou medrosamente o prefeito de São Paulo. "Nada abala minha relação com o governador Geraldo Alckmin. Não há nada que possa mudar a relação harmoniosa, respeitosa, de pessoas que se gostam se respeitam e são amigos."

Foi uma borrada!

Entretanto, apesar do Doria ser esperto, foi uma borrada que deixou as calças sujas...

Dirceu recebeu propina até do Espirito Santo...

Espantados!... Não... Leio antes do café servido aqui no quintal, entre o ar fresco da manhã - coisa da coluna do Cláudio Humberto – que “em depoimento ao Ministério Público de Portugal, no âmbito da Operação Marquês, versão lusitana da Lava Jato, o ex-presidente do Banco Espírito Santo (BES) Ricardo Salgado revelou ter pago “mesada” de 30 mil euros (R$100 mil) ao ex-ministro do governo Lula José Dirceu, condenado nos escândalos do mensalão e da Lava Jato. Salgado disse que a Espírito Santo Financial fez os pagamentos mensais a um escritório de advocacia, mas o dinheiro era para Dirceu.”

Corrupção: maior da história da humanidade...

Mais adiante leio: - A procuradora da República Thaméa Danelon, colaboradora da Lava Jato, afirmou que esse escândalo de corrupção, que segundo o MPF é chefiado por Lula, “é o maior da historia da humanidade”.

Metralhadora pra “riba” do Luciano...

No Brasil, o negócio é ficar quieto: em evidência política vira vidraça. Li agora no Portal 247: - O apresentador Luciano Huck, apresentado por FHC como "o novo" da política brasileira, tentou pagar para ser enredo do carnaval carioca em 2018, ano eleitoral; a presidente do Salgueiro, uma das mais tradicionais escolas de samba do Brasil, confirmou que foi procurada por representantes do apresentador, que ofereceram R$ 6 milhões para viabilizar a escolha; “Não que o Luciano não mereça ser enredo, ele tem sua história, mas eu quero muito ter um título”, disse a presidente, categórica.

A investigação de governadores: é o time dos 9...

A Procuradoria-Geral da República deve mandar ao Superior Tribunal de Justiça nos próximos dias uma lista de pedidos de abertura de investigação sobre nove governadores delatados pela Odebrecht. Junto serão solicitadas diligências a serem cumpridas pela Polícia Federal. - Os alvos são Beto Richa (PSDB-PR), Luiz Fernando Pezão (PMDB-RJ), Fernando Pimentel (PT-MG), Flávio Dino (PC do B-MA), Geraldo Alckmin (PSDB-SP), Marcelo Miranda (PMDB-TO), Raimundo Colombo (PSD-SC), Marconi Perillo (PSDB-GO) e Paulo Hartung (PMDB-ES).

Pode ter suspensão de mandatos ou até prisão...

Sobre o mesmo assunto, leio também: - Segundo integrantes do STJ e da PGR, esses pedidos já virão acompanhados de solicitação de diligências, quebras de sigilo e oitivas dos investigados e testemunhas. - Magistrados do STJ relataram à Folha que podem ocorrer, ao longo da investigação, até mesmo pedidos de prisão temporária ou de suspensão de mandatos envolvendo os governadores.

Pelo visto e lido...

Pelo visto, lido e ouvido, qualquer governador envolvido, dependendo da gravidade das denúncias, pode ter suspensão de mandato ou prisão... Ou um ou mais de um...ou até os nove... Nessa selva, até leão tem medo!!!

O tema é Tema...

O tema no Maranhão hoje é elogiar o Tema... Muitos blogs da terra com rasgados elogios ao Tema... Êta meu Maranhão, até quando?

Tô indo...

Tô indo, brasileiros e brasileiros do meu Brasil... Tô indo, sem tema!... Até mais ver!

Nenhum comentário: