Busca

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Gilmar propõe e ministros concordam em estender sessões de julgamento

A realização da sessão extra na tarde de quinta-feira vai depender da autorização da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, de suspender a sessão ordinária do plenário do STF


AGÊNCIA ESTADO

Devido à extensão do voto do relator Herman Benjamin, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, deve convocar uma sessão extra para quinta-feira (8) à tarde para tentar concluir o julgamento que pode levar à cassação do mandato do presidente Michel Temer e à inelegibilidade da ex-presidente Dilma Rousseff. Gilmar afirmou que, se for necessário, haverá uma nova sessão na sexta-feira (9).
Inicialmente, cogitou-se em fazer uma nova sessão na noite desta quarta-feira, mas o ministro Luiz Fux já havia agendado o lançamento de um livro de sua autoria e o relator das ações alegou que era melhor deixar para quinta porque ainda está se recuperando de um resfriado.

A realização da sessão extra na tarde de quinta-feira  vai depender da autorização da presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, de suspender a sessão ordinária do plenário do STF, já que, além de Gilmar e Fux, a ministra Rosa Weber também faz parte das duas cortes.

Nenhum comentário: