Busca

quarta-feira, 30 de maio de 2018

A JUSTIÇA MORRE CEGA


Minha crônica das 10 horas

Hélcio Silva

(30 / 05 / 2018)


Chamar-me-ei de chato, eu mesmo, a mim mesmo!

Exagero no conceito e na interpretação... Nem tudo que o homem vê é visto somente pelos olhos. Há coisas que os olhos não veem; mas os sentidos da vontade enxergam, avaliam e desejam ardentemente ou não desejam...

Quantos desejam que todos sejam iguais, como diz a Constituição, num país desigual onde o mais forte é sempre o mais protegido?

O mais poderoso é visitado “maismente” em sua prisão de luxo do que o Zezinho da Esquina numa penitenciária sem os devidos cuidados que deveriam prevalecer para todos...

Mas esse cuidado de proteção é somente para um condenado poderoso!...

Um grupo de deputados vai lá!... Visita o poderoso na sua cela de luxo; e nenhum parlamentar – sequer pensa – no Zezinho da Esquina, naquele presídio imundo...

Porém, é assim mesmo, neste mundo cão – como diria minha avó... Nem toda Lei garante o Direito igual... E isso estrangula a Justiça, que morre cega!

Nenhum comentário: