Busca

terça-feira, 16 de junho de 2015

Grandes obras de drenagem para reduzir risco de enchentes


Quatro grandes intervenções que começam a ser executadas ainda neste mês em Curitiba irão melhorar a drenagem e o controle da vazão, reduzindo o risco de enchentes em vários pontos das regionais Portão, CIC e Boqueirão. Com recursos do Governo Federal, serão feitas obras de macrodrenagem que vão custar aproximadamente R$ 120 milhões.
“É um investimento alto que requer serviço especializado”, explica o Secretário Municipal de Obras Públicas, Sergio Luiz Antoniasse.

Três lotes serão executados para o controle de cheias do Rio Pinheirinho, na bacia do Rio Iguaçu/sub-bacia do Rio Belém, com a construção de contenções em concreto, indutores de retardo no fluxo da água, condutos forçados e estações de bombeamento. Serão beneficiados os bairros Hauer, Fanny, Lindóia, Parolin e Guaíra.
O primeiro trecho consiste em intervenções no Rio Vila Guaira/ Córrego do Cortume. O investimento será de R$ 48,41 milhão com previsão de conclusão em 22 meses. O segundo trecho atenderá a extensão do Córrego Henry Ford com custo de R$ 42,3 milhões e previsão de execução em 24 meses. O terceiro trecho compreende Córrego Santa Bernadete e Rio Pinheirinho, com previsão de execução de 22 meses e custo de R$ 30 milhões.
Os lotes têm recursos assegurados pelo PAC Gestão de Riscos e Desastres Naturais e serão executados pelo Consórcio Pinheirinho. Devido à complexidade desta obra, foi necessário contratar também uma empresa para supervisionar os serviços. A vencedora desta licitação específica é a Concressolo Engenharia.
“As obras estão em fase inicial. A partir desta semana começam os trabalhos de levantamento topográfico”, informou o diretor do Departamento de Pontes e Drenagens, Wilson Machado.
Mais obras
Outra grande intervenção de macrodrenagem vai ser executada no Rio Barigui, entre a Rua Dionira Molleta Klemtz, no bairro Fazendinha e o Rio Iguaçu, no Bairro Caximba. Em uma extensão de 22 quilômetros serão construídos muros de contenção em 17 trechos para garantir a estabilidade do solo e evitar a erosão nas margens do rio. Além disso, a obra também vai melhorar o fluxo do Rio Barigui e deverá ser finalizada em um ano. O custo será de R$ 11 milhões com recursos do PAC 2 Drenagem e terá contrapartida da Prefeitura de Curitiba.  

A obra integra o projeto de perfilamento do canal do Rio Barigui, que atualmente está com 46% dos trabalhos executados.

Nenhum comentário: