Busca

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Beto Richa autoriza duplicação da BR-376 entre Paranavaí e Nova Esperança



O governador Beto Richa autorizou, nesta quarta-feira (12), durante encontro com prefeitos e lideranças do Noroeste do Estado do Paraná, a duplicação da BR-376, no trecho entre Nova Esperança e Paranavaí. Antiga demanda da região, a duplicação do trecho de 30 quilômetros vai beneficiar diretamente mais de 125 mil moradores de Paranavaí, Nova Esperança e Alto Paraná, além de mais 480 mil pessoas de 15 municípios da região.
O projeto da duplicação será elaborado até o final do ano e, de acordo com o governador, as obras devem começar já no início do ano que vem. O investimento é estimado em R$ 214 milhões e será feito pela pela concessionária Viapar, com a previsão de entrega em 2018.
“Há um grande fluxo de veículos, movimentação de cargas pesadas nessa rodovia, muitos acidentes com vítimas fatais. Dentro dessa avaliação, anunciamos que está autorizada a duplicação da BR-376”, anunciou o governador, sob aplausos dos prefeitos presentes na reunião. Richa destacou que a autorização desta obra faz parte das negociações do Governo do Paraná com a concessionária. Após acordo, a Viapar está investindo R$ 275 milhões nas duplicações entre Mandaguaçu – Nova Esperança (BR-376) e entre Floresta – Campo Mourão (PR-317).
Em todo o Estado, mais de 400 quilômetros de rodovias passam por obras de duplicação. “Essas obras serão muito importantes para um crescimento econômico e social mais vigoroso do Estado, atendendo um clamor dos paranaenses que há muito tempo pedem por rodovias mais seguras e de melhor qualidade”, afirmou o governador. 
Participaram do encontro com o governador os prefeitos de Alto Paraná, Cláudio Golemba, de Nova Esperança, Gerson Janúncio; de Planaltina do Paraná, Mariza Madeiras; de Terra Rica, Devalmir Molina; de Cruzeiro do Sul, Ademir Mulon; de São João do Caiuá, Carlos Maia; e de Diamante do Norte, Daniel Pereira; o presidente da Viapar, Camilo Carvalho; o presidente da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Ágide Meneguette;
AMPLIAÇÃO – A BR-376 já passa por uma obra de duplicação de 22,6 quilômetros no trecho entre Mandaguaçu e Nova Esperança, também executada pela Viapar. Iniciada em setembro do ano passado, os investimentos neste trecho chegam a R$ 145 milhões.
Fazem parte da obra a construção de um viaduto no trevo de acesso ao município de Atalaia, no entroncamento com a PR-218, além de nove passagens em desnível nos municípios de Mandaguaçu, Nova Esperança e em Presidente Castelo Branco. Terá, ainda, seis retornos em nível, além de melhorias e implantação de vias marginais.
O secretário da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, explicou que a continuidade da duplicação se dá pelo alto fluxo de veículos pela BR-376. “Mais de 10 mil veículos passam pela rodovia hoje por dia. Tecnicamente falando, um fluxo a partir de 8 mil veículos já se justifica a duplicação”, afirmou. “Temos todos os embasamentos técnicos para poder trabalhar para que esta duplicação se torne realidade”, disse.
O vice-prefeito de Paranavaí, Rubens Felippe, disse que a duplicação da BR-376 é uma conquista não só da região como de todo o Paraná. “Estamos felizes porque a obra é de suma importância, já que o escoamento da safra de outros estados, como o Mato Grosso, passam por ali em direção ao Porto de Paranaguá”, afirmou.
Ele também citou outras obras e projetos do Governo do Estado que estão em andamento na região, como a construção do Hospital Regional do Noroeste e a implantação da reitoria da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) em Paranavaí. “A região Noroeste esteve por muito tempo abandonada, e agora estamos vistos e temos muitas obras em andamento”, destacou.
PRESENÇAS – Também participaram da reunião com o governador o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Nelson Leal Fernandes; o diretor-presidente da Agência Reguladora do Paraná (Agepar), Cezar Silvestri;  o deputado estadual Tião Medeiros e lideranças da região.

Nenhum comentário: