Busca

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

S&P corta nota de crédito do Brasil e país perde grau de investimento

Da Agência Globo

A agência de classificação de risco Standard & Poor’s cortou, na noite desta quarta-feira, a nota de crédito do Brasil, de BBB- para BB+, com perspectiva negativa. Com isso, o país deixa de ter, por esta agência, o chamado grau de investimento, espécie de selo de bom pagador conferido ao país.

Um dos fatores citados pela agência para o rebaixamento foi o Orçamento de 2016. Segundo a Standard & Poor's, “os desafios políticos que o Brasil enfrenta continuaram a aumentar, pesando sobre a capacidade e a disposição do governo de apresentar um Orçamento 2016 para o Congresso coerente com a significativa correcção política sinalizada durante a primeira parte do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff”.

O cenário econômico avaliado pela agência ainda deixa o país em risco de ser rebaixado novamente nos próximos meses. Há uma possibilidade de um em três “de um rebaixamento adicional devido a uma maior deterioração da posição fiscal do Brasil, potenciais mudanças políticas fundamentais dado à dinâmica política fluida, incluindo uma nova falta de coesão dentro do Gabinete da presidente, ou devido à maior crise econômica do que nós esperamos atualmente”.

A agência afirma ainda acreditar que “o perfil de crédito do Brasil enfraqueceu-se ainda mais desde 28 de julho”, data em que a perspectiva do país foi revisada para negativa. Segundo o comunicado, na ocasião a agência sinalizou os riscos para a execução de mudanças políticas corretivas já em curso, principalmente decorrente da dinâmica no Congresso em associação a efeitos colaterais das investigações de corrupção na Petrobras.

“Percebemos agora menos convicção dentro do Gabinete da presidente sobre a política fiscal”, disse a agência.

Nenhum comentário: